sexta-feira, 27 de março de 2015

Renato Janine Ribeiro é o novo ministro da Educação

notícias

         
ctv-afy-renatojanineribeiro
  © Fornecido por Estadão ctv-afy-renatojanineribeiro
Brasília - Depois de uma semana de indefinição, a presidente Dilma Rousseff bateu o martelo e escolheu o professor titular de Ética e Filosofia Política na Universidade de São Paulo (USP) Renato Janine Ribeiro para assumir o comando do Ministério da Educação (MEC).
Segundo o Estado apurou, Renato Janine já vem cuidando da transição na pasta com auxiliares do MEC. Janine Ribeiro foi diretor de avaliação da Capes entre 2004 e 2008, é doutor em filosofia pela USP e tem mestrado em filosofia pela Sorbonne.
Janine Ribeiro foi um dos primeiros nomes especulados para assumir o MEC quando se revelou a intenção de a presidente optar por um perfil de um educador, mais técnico, e não por um político para a pasta. Autor de 18 livros, ganhou o Prêmio Jabuti, na categoria de Ensaios, em 2001.
Sucessão. Renato Janine assume a vaga deixada pelo ex-governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), que pediu demissão do cargo depois de desavenças com o Congresso Nacional. 
Logo depois da queda de Cid Gomes, internautas se mobilizaram em uma campanha para que Renato Janine fosse indicado para a pasta. "A indicação para o titular do MEC corre o risco de ser apenas política. Muito ruim para um país que tanto precisa de educação. Mas Dilma já demonstrou que deseja colocar no MEC um educador independente, vamos ajudá-la", diz um dos textos publicado no Facebook.
A presidente Dilma Rousseff escolheu como lema de seu segundo mandato "Pátria Educadora" e pretende dar mais visibilidade às ações na área pelos próximos quatro anos.

Secretario de Educação do Estado visita Agreste Meridional

Depois de percorrer o Sertão do Estado, o Secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio, chegou hoje (26) em Garanhuns para uma agenda de compromissos do Pacto Pela Educação na GRE Agreste Meridional. Em reunião durante a manhã na sede da regional, o secretário conversou com gestores escolares da região e pactuou as metas de 2015 para melhoria da educação.


O gestor da GRE Agreste Meridional, Professor Paulo Lins, e toda equipe da gerência receberam a comitiva da Secretaria de Educação do Estado com apresentações culturais e uma demonstração audiovisual das principais atividades já desenvolvidas este ano acerca do Pacto Pela Educação.


Em suas falas, o Secretário Fred Amâncio, a Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação, Ana Selva, e o Secretário Executivo de Gestão da Rede, João Charamba, foram convergentes no reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela GRE Agreste Meridional nos últimos anos. Eles destacaram os resultados da proficiência em Língua Portuguesa e Matemática, na qual a regional atingiu o 3º e o 4º lugar em Pernambuco, respectivamente, assim como as ações pioneiras que são desenvolvidas aqui e adaptadas para todo o Estado.

Reuniões como esta já foram realizadas nas cidades de Salgueiro, Araripina, Petrolina e Floresta. Os encontros fazem parte da política pública de monitoramento da qualidade das escolas estaduais, e tem como objetivo reforçar a importância do planejamento e do acompanhamento dos indicadores educacionais para o alcance das metas acordadas entre Governo, GREs e escolas.

As metas pactuadas dizem respeito ao desempenho das escolas e alunos com foco no Índice de Desenvolvimento da Educação em Pernambuco (Idepe), que tem medições realizadas anualmente, e no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), cujas avaliações acontecem a cada dois anos. Em 2015 haverá provas do Idepe e IDEB.

Saiba como prevenir Doenças Renais com Nefrologista da UPAE Garanhuns





 

A doença renal é silenciosa, e muita gente só percebe estar com os rins lesionados quando chegam aos estágios mais avançados. O alerta é do nefrologista Dr. Gustavo Prutchansky, médico especialista que atende na UPAE Garanhuns. “Temos cinco estágios da doença renal, e muitos pacientes somente nos procuram quando estão nos  estágios mais avançados, muitos já precisando de hemodiálise”.
A doença renal é assintomática, ou seja, não aparece, e por isto as pessoas devem se cuidar, buscando a prevenção. Alguns grupos de risco devem atentar para as consultas e exames: Idosos, Hipertensos, Diabéticos, Obesos e pessoas com histórico da doença na família. Dr. Gustavo afirma que a hipertensão e o diabetes são os principais fatores desencadeadores de lesões nos rins. “A ausência de uma dieta equilibrada, a falta de atividade física, o fumo, altos níveis de açúcar no sangue, o baixo consumo de água e o uso de medicamentos sem orientação médica contribuem para o desenvolvimento da doença nos rins”.
O atendimento dos especialistas da UPAE Garanhuns, que além do Dr. Gustavo conta também com a Dra. Karlene Fortaleza, é realizado para os pacientes dos municípios da V Regional de Saúde, encaminhados pelos PSF’s e Secretarias de Saúde dos municípios. As pessoas diagnosticadas no estágio 5 são reguladas pela Secretaria Estadual de Saúde para a hemodiálise, que em Garanhuns é feita pelo Hospital Nsa. Sra. do Perpétuo Socorro.
Segundo Dr. Gustavo, todos deveriam fazer exames anuais de rotina, e obrigatoriamente as pessoas dos grupos de risco. “Exames de sumário de urina, uréia e o de medição do nível de creatinina no sangue são importantes para constatação da doença” – Afirma o especialista, que complementa: “Temos pacientes com outras patologias, como infecções urinárias, inflamações nos rins, cálculos renais, além de outros problemas que envolvem os rins, que embora menos graves, requerem atenções especiais de tratamentos”.
Neste mês de março, várias atividades no mundo todo alertam as pessoas para estes cuidados com a saúde, inclusive há um dia especial, 8 de março, Dia Mundial do Rim.
Para finalizar, o médico aconselha mudanças no estilo de vida que levem para uma alimentação saudável, redução de sal nos alimentos, atividades físicas, controle de pressão e diabetes, ingestão de água e controle de peso, que são medidas simples e fundamentais para uma vida melhor, e evitam problemas no futuro, inclusive renais.

Governo tira oito municípios da Mata


O governador Paulo Câmara inaugura, neste sábado (28), a segunda etapa do Sistema de Abastecimento de Água do Siriji, um distrito de São Vicente Férrer, na Mata Norte - a primeira fase foi entregue em abril de 2014. A intervenção, que recebeu R$ 72 milhões de investimento nas duas etapas, representará o fim do racionamento para cerca de 100 mil pessoas que moram na região. Na sua passagem pelo município, o chefe do Executivo estadual também fará vistorias em ações que receberam recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM)

O Sistema de Abastecimento de Água do Siriji vai ofertar 300 litros de água por segundo, um acréscimo de 100% na produção. Além de São Vicente Férrer, o empreendimento beneficiará Machados, Macaparana, Aliança, Condado, Itaquitinga, Buenos Aires e Vicência, todos na Mata Norte. Essas cidades estavam com o abastecimento comprometido devido ao crescimento populacional e às limitações dos sistemas existentes. A obra tem recursos do Governo do Estado e do Ministério da Integração Nacional.

Antes de entregar o empreendimento no distrito de Siriji, Paulo inspecionará obras de pavimentação no bairro de Limeira, realizadas com R$ 471,2 mil vindos do FEM. A prefeitura também executou outros dois projetos com recursos do Fundo, referentes ao ano de 2013: a construção de uma escadaria no distrito de Siriji (R$ 40 mil) e a construção de um canal de alvenaria de pedras rachão (R$ 333 mil), totalizando R$ 844,2 mil. No FEM 2014, foram disponibilizados R$ 905 mil para o município.

Protesto em SP afeta plano de voo de Eduardo Cunha

Presidente da Câmara realizou hoje o segundo evento da série "Câmara itinerante", que ele pretende transformar em marca de seu mandato, em São Paulo; em outra frente, vem implantando uma política de controle sobre os veículos de comunicação da Câmara e toca ainda um projeto de construção do Anexo V da Casa, para abrigar gabinetes e serviços parlamentares; "Alguns deputados veem nestes movimentos um plano para voos políticos mais elevados que podem incluir a disputa da presidência da República em 2018", avalia Tereza Cruvinel, colunista do 247; nesta sexta-feira, no entanto, um protesto na Assembleia paulista o transformou em alvo das manifestações anti-Dilma marcadas para o dia 12 de abril, como temia a cúpula peemedebista, afetando os planos de voo do deputado; manifestantes o chamaram de "machista" e "corrupto" e pediram sua saída do cargo

Dirceu é internado em Brasília após se sentir mal


O ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu foi internado, hoje, em um hospital de Brasília após sofrer um mal-estar. Segundo o advogado do ex-ministro condenado no caso mensalão, José Luiz de Oliveira Lima, Dirceu teve um pico de pressão alta e passa por exames, mas ainda não há informações sobre o que teria acontecido com Dirceu. Uma das possibilidades seria a de que o ex-ministro teria tido um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral).
"Ele se sentiu mal. Teve um pico de pressão. Foi levado para um hospital e fez alguns exames. Agora, esses exames estão sendo refeitos, mas ainda não sabemos o que aconteceu. A assessoria deverá lançar uma nota sobre o estado de saúde dele", disse o advogado José Luiz De Oliveira Lima.
O hospital em que o ex-ministro está internado não foi divulgado. Mais cedo, a assessoria de imprensa de Dirceu havia confirmado que o ex-ministro estava passando por exames de rotina, mas não confirmou que ele tivesse passado mal.

            
             

Josinaldo vence eleições na UVP


          

Josinaldo Barbosa, candidato oposicionista  venceu a disputa com para a presidência da UVP. Com 429 votos, uma diferença de 10 votos para o atual presidente e  candidato à reeleição, Biu Farias, que  recebeu  419 votos dos 848 computados.

Trabalhadores rurais protestam no Sertão

Cerca de cinco mil trabalhadores  rurais atingidos pela Barragem de Itaparica, e que foram reassentados nos Projetos Brígida, em Orocó; Fulgêncio, em Santa Maria da Boa Vista,  Apolônio Sales, em Petrolândia (todos em Pernambuco); e  Rodelas, Glória, Pedra Branca, Curaçá e Abaré, na Bahia,  estão ocupando, neste momento, as BRs 428, 116 e 316. 
Eles cobram que seja reativada imediatamente a energia cortada dos assentamentos, há 48 horas, pela Celpe (PE) e Coelba (BA).  Esse corte suspendeu o bombeamento de água para consumo humano e produção. Os manifestantes dizem que só irão liberar as rodovias quando houver o religamento da energia e quando for agendada uma reunião com a Casa Civil do Governo Federal.

UVP: resultado da eleição sai até às 14h






A eleição da diretoria da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), que ocorre, neste momento, no município de Triunfo, a 355 quilômetros do Recife, é realizada com urnas eletrônicas. O processo de votação está previsto para ser encerrado às 13h, devendo o novo presidente ser conhecido antes das 14h.
Disputam a eleição o atual presidente da UVP, Biu Farias, do PSB de Surubim e Josinaldo Barbosa (PTB), presidente da Câmara Municipal de Timbaúba. 

Edinho Silva é o novo ministro-chefe da Secom

247 - O ex-deputado estadual Edinho Silva (PT-SP) irá comandar a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. O petista foi tesoureiro da campanha presidencial da presidente Dilma Rousseff em 2014.
Ele assumirá o cargo em substituição ao ex-ministro Thomas Traumann, que pediu exoneração do cargo na última quarta-feira 25. O novo ministro tomará posse na próxima terça-feira 31.
Ao Broadcast, serviço do Estadão, ele disse ter recebido o convite "com muita alegria, mas com muita responsabilidade" e prometeu "honrar a confiança da presidente de Dilma para o cargo".
Veja abaixo a íntegra da nota emitida pela Presidência da República sobre o assunto.

Nota Oficial

A presidenta da República Dilma Rousseff convidou nesta sexta-feira, 27, o ex-deputado Edinho Silva para assumir o cargo de ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, a posse está marcada para o dia 31 de março, às 11h.

Secretaria de Imprensa
Presidência da República

Dilma arrependida do apoio à reeleição de Renan



Desabafo de um ministro em conversa esta semana no Palácio do Planalto: "Hoje existe arrependimento no governo pela eleição de Renan Calheiros como presidente do Senado. A bancada do PT queria votar em Luís Henrique. Se isso tivesse acontecido, o governo não estaria hoje refém de Renan. A relação com Luís Henrique teria sido dura, mas correta."

O desabafo do ministro foi feito depois que Renan Calheiros e Eduardo Cunha acertaram aprovar lei para regulamentar a aplicação imediata da renegociação da dívida de estados e municípios com a União.

"Há momentos em que é preciso ter responsabilidade com o país", completou o ministro.  (Do blog de Camarotti)

Furiosos com Paes, Dilma e Lula mandam recado


Coluna Esplanada - Leandro Mazzini
A presidente Dilma ficou muito aborrecida e nervosa quando soube que o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), decidira impetrar ação na Justiça contra a manutenção do indexador de cobrança das dívidas do município com a União, que onera em muito o caixa da cidade maravilhosa.
Dilma enviou recados à cúpula do PMDB para lembrar a Paes que ela e o ex-presidente Lula investiram pesado no PAC na cidade, e deram muito dinheiro para a prefeitura realizar obras.

Agora, a guerra será judicial, porque o AGU Luís Adams tem carta branca da chefe para atuar na derrubada da liminar conquistada por Paes.

Oito anos: mensalão tucano parado na Justiça




Da Folha de S.Paulo  - Paulo Peixoto

Processo está pronto para julgamento há um ano, desde que o Supremo devolveu o caso para a primeira instância
Demora aumenta risco de impunidade de crimes associados à fracassada campanha de Azeredo em 1998
Um ano depois de o Supremo Tribunal Federal determinar que o processo do mensalão tucano contra o ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB) deveria ser julgado na primeira instância da Justiça em Minas Gerais, nada foi feito para concluir o caso, que se arrasta há quase uma década.
Além de o julgamento não ter acontecido, desde 7 de janeiro a 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, onde tramita a ação, está sem juiz, porque a titular se aposentou.
O processo de Azeredo chegou a Minas já totalmente instruído pelo Supremo e pronto para ser julgado. Nenhuma audiência mais é necessária, basta o julgamento. Quanto maior a demora, maior é o risco de que os crimes apontados pela Procuradoria-Geral da República prescrevam e fiquem impunes.
Segundo o Ministério Público, o mensalão tucano foi um esquema de desvio de dinheiro público do governo de Minas para a fracassada campanha do então governador Azeredo à reeleição, em 1998. Azeredo, que depois se elegeu senador e deputado e hoje está sem mandato, sempre negou as denúncias, assim como os demais réus.
O caso começou a ser investigado em 2005, quando foi descoberto em meio ao escândalo do mensalão petista. A Procuradoria apresentou denúncia à Justiça em 2007.


quinta-feira, 26 de março de 2015

Silvio Costa cala oposição ao dizer que rombo em São Paulo tem o mesmo tamanho da Petrobras

O deputado federal Silvio Costa, vice-líder do governo Dilma, bateu duro na oposição no plenário da Câmara dos Deputados e ao fim de um discurso atacou os tucanos afirmando que São Paulo tem bandidos iguais aos da Petrobras, mas que eles estariam sendo tratados de forma diferente. O comentário era uma refrência direta ao escândalo do cartel de trens de São Paulo, objeto de um acordo de leniência e desvios de quase R$ 500 milhões, nos governos de Serra e Alckmion e Covas.
“Tenham vergonha na cara”, ralhou, citando teatro da hipocrisia, de tucanos e democratas. De quebra, ironizou ainda a base do Paraguai, numa referência a deputados da base que votam contra o governo.
“Eles estão acobertando o roubo de São Paulo. São todos coniventes, sem excessão. Não é a base aliada do governo, que está dando resposta à sociedade. Vamos colocar os bandidos da Petrobras na cadeia, enquanto eles da oposição vão levar pão de ló para tomar vinho com os bandidos de São Paulo”.
“Não vão derrubar a presidente Dilma, imorais”.

E se Vaccari ou Delúbio tivessem conta no HSBC?


:

Num novo capítulo do caso Swissleaks, o jornal O Globo revelou que "políticos estão na lista do HSBC", assim, de modo superficial e genérico; o nome mais importante da lista é o do tucano Márcio Fortes, que foi o pai das privatizações, no BNDES, além de tesoureiro de FHC, de José Serra e secretário-geral do PSDB; na lista, ele aparece com US$ 2,5 milhões; se isso não bastasse, Fortes foi também o maior doador individual de campanhas tucanas; o Globo, no entanto, decidiu diluir sua participação no caso, misturando-o com prefeitos e vereadores com contas zeradas; seria esse o comportamento se, de repente, aparecessem contas de tesoureiros petistas, como Delúbio Soares e João Vaccari? 

França: copiloto jogou avião para ser destruido

Do blog de magno martins



O promotor público de Marselha, Brice Robin, afirmou que a teoria mais plausível para o trancamento do piloto do voo da Germanwings fora da cabine foi a ação do copiloto. Segundo Robin, Andreas Lubitz estaria consciente, teria negado o acesso do capitão da aeronave ao cockpit e acionado o mecanismo de descida do avião. As vítimas morreram no momento do impacto, e não no caminho, afirmou. Robin não afirmou abertamente que acredita na teoria de suicídio, mas mostrou certeza de que o avião "foi jogado deliberadamente, para ser destruído". Ele também afirmou que não há indícios de outros envolvidos na suposta ação. Esta tarde, a casa do copilto em Montabaur era revistada, segundo o promotor de Dusseldorf.

— A respiração do copiloto indicava que ele não aparentava ter um ataque cardíaco ou algo do tipo — sugeriu Robin. — Os sons que emitia eram absolutamente normais. O copiloto estava há meses na companhia e era totalmente qualificado para pilotar a aeronave.
Antes de ficar trancado do lado de fora, os pilotos conversavam normalmente. O piloto estava tentando abrir a porta, segundo investigadores do acidente, e tentou arrombá-la após a ausência de uma resposta. Robin apontou que o sistema do avião permitia que uma pessoa consciente na cabine poderia rejeitar um código de emergência para entrar nela.
O avião fez uma breve subida antes de iniciar o processo de rápida descida, ressaltou Robin. Só é possível ouvir gritos no final do voo, logo antes da colisão, ele disse. Os passageiros não teriam reparado na perda de altitude por um bom tempo.



Perguntado sobre questões religiosas ou criminais envolvendo o copiloto, Robin afirmou que não havia menção a ele em qualquer lista de terrorismo. Não haveria quaisquer indícios que apontasse para esta hipótese, ele sustentou.

No RS, governador nomeia irmãos de 4 deputados


Da Folha de S.Paulo – Paula Sperb
Irmãos de quatro deputados estaduais que compõem a base de apoio do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), foram nomeados para cargos comissionados em órgãos e autarquias do governo estadual. Sartori, que elegeu apenas 13 deputados de sua chapa nas eleições de outubro, conquistou a maioria no Legislativo ao distribuir cargos.
Os deputados Adilson Troca (PSDB), Alexandre Postal (PMDB), Edson Brum (PMDB) e Gilberto Capoani (PMDB) dizem que não indicaram os irmãos para as novas funções. Procurados pela reportagem, os quatro ressaltaram a formação e o preparo dos familiares para os respectivos cargos.
O tucano Adinelson Troca, que é irmão do deputado Adilson Troca, assumiu uma direção do Porto de Rio Grande no início de março.
Já o peemedebista Fernando Postal, irmão do deputado Alexandre Postal, foi nomeado diretor de consórcios do Banrisul. Edivilson Brum (PMDB), que assumiu a diretoria da Companhia Riograndense de Mineração (CRM), é irmão do presidente da Assembleia Legislativa, Edson Brum. Por sua vez, o irmão do deputado Gilberto Capoani (PMDB), Luiz Alcides Capoani, é o novo diretor da Superintendência de Portos e Hidrovias.
Filho do deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM), o veterinário Rodrigo Marques Lorenzoni também ganhou um cargo –uma direção da Metroplan (planejamento metropolitano). Ao jornal "Zero Hora", Onyx disse que a indicação partiu do DEM.


Dilma priorizará ações contra a seca no Estado


Presidente esteve reunida com governadores do Nordeste nesta quarta (25) (Foto: Humberto Pradera/Divulgação)
Durante encontro com os governadores do Nordeste, a presidente Dilma Rousseff (PT) se mostrou favorável com a continuidade de obras e grandes investimentos em Pernambuco e que priorizará ações emergências de combate à seca. A reunião, que contou com a presença do governador Paulo Câmara (PSB) ocorreu nesta quarta-feira (25).
Os governadores levaram cinco pontos para serem discutidos: a abertura de novos financiamentos; continuidade de investimentos federais; medidas para estiagem; financiamento para a saúde; e reforço para a política educacional.
Visita
A presidente Dilma estará no Estado no dia 28 de abril. Ela vai visitar a fábrica da Jeep, em Goiana. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também pode marcar presença.

PSB é condenado a pagar R$ 10 mil mensais a academia por acidente de Campos


A Justiça condenou o Partido Socialista Brasileiro (PSB) a pagar uma indenização mensal no valor de R$ 10 mil ao professor de educação física Benedito Juarez Câmara, dono da Academia Mahatma que funcionava há mais de dez anos ao lado do terreno onde, em agosto do ano passado, caiu o avião do ex-presidenciável Eduardo Campos. Sete pessoas, incluindo Campos, morreram no acidente no bairro do Boqueirão, em Santos, litoral sul de São Paulo.
Desde a queda da aeronave, em 13 de agosto do ano passado, a academia está fechada porque o prédio, que ficou bastante destruído e não pode mais ser usado, está interditado. O professor perdeu quase todos os alunos e conseguiu uma sala emprestada para trabalhar.
A decisão da juíza Natália Garcia Penteado Soares Monti, da 9ª Vara Cível de Santos, deferiu o pedido de indenização por lucros cessantes. “Entramos com a ação há menos de um mês. Ele (Juarez) é proprietário do imóvel e explorava o local com a academia, da qual é sócio. Com o acidente e a interdição, não havia mais renda. Para que a Prefeitura libere o imóvel é necessário fazer uma reforma, que vai custar R$ 1.850 milhão”, diz Alexandre Ferreira, advogado de Juarez Câmara. Não foi estipulado prazo final para o pagamento da indenização.
Segundo o advogado, a ação foi ajuizada contra o PSB porque o partido fazia uso do avião, diretamente vinculado à campanha presidencial. E contra a AF Andrade porque, nos registros da Agência Nacional de Aviação (Anac), a empresa aparece como proprietária da aeronave. “Fomos procurados por outras duas pessoas que diziam ser donas do avião, mas nenhuma conseguiu comprovar com documentos. Por isso, recusamos as ofertas”, explica Alexandre Ferreira.
A decisão saiu nesta segunda-feira, 24, e estipula prazo de 10 dias para o primeiro pagamento, a contar da data de recebimento da intimação pelos réus. O PSB informou que ainda não foi informado oficialmente sobre a decisão. A reportagem tentou contato com a AF Andrade, mas não houve resposta.
Na próxima semana, o advogado vai ajuizar ação em nome da Academia Mahatma, também contra o PSB e a AF Andrade, para pedir indenização por danos materiais e pela perda dos alunos.
(Fonte: Estadão Conteúdo)


A Justiça condenou o Partido Socialista Brasileiro (PSB) a pagar uma indenização mensal no valor de R$ 10 mil ao professor de educação física Benedito Juarez Câmara, dono da Academia Mahatma que funcionava há mais de dez anos ao lado do terreno onde, em agosto do ano passado, caiu o avião do ex-presidenciável Eduardo Campos. Sete pessoas, incluindo Campos, morreram no acidente no bairro do Boqueirão, em Santos, litoral sul de São Paulo.
Desde a queda da aeronave, em 13 de agosto do ano passado, a academia está fechada porque o prédio, que ficou bastante destruído e não pode mais ser usado, está interditado. O professor perdeu quase todos os alunos e conseguiu uma sala emprestada para trabalhar.
A decisão da juíza Natália Garcia Penteado Soares Monti, da 9ª Vara Cível de Santos, deferiu o pedido de indenização por lucros cessantes. “Entramos com a ação há menos de um mês. Ele (Juarez) é proprietário do imóvel e explorava o local com a academia, da qual é sócio. Com o acidente e a interdição, não havia mais renda. Para que a Prefeitura libere o imóvel é necessário fazer uma reforma, que vai custar R$ 1.850 milhão”, diz Alexandre Ferreira, advogado de Juarez Câmara. Não foi estipulado prazo final para o pagamento da indenização.
Segundo o advogado, a ação foi ajuizada contra o PSB porque o partido fazia uso do avião, diretamente vinculado à campanha presidencial. E contra a AF Andrade porque, nos registros da Agência Nacional de Aviação (Anac), a empresa aparece como proprietária da aeronave. “Fomos procurados por outras duas pessoas que diziam ser donas do avião, mas nenhuma conseguiu comprovar com documentos. Por isso, recusamos as ofertas”, explica Alexandre Ferreira.
A decisão saiu nesta segunda-feira, 24, e estipula prazo de 10 dias para o primeiro pagamento, a contar da data de recebimento da intimação pelos réus. O PSB informou que ainda não foi informado oficialmente sobre a decisão. A reportagem tentou contato com a AF Andrade, mas não houve resposta.
Na próxima semana, o advogado vai ajuizar ação em nome da Academia Mahatma, também contra o PSB e a AF Andrade, para pedir indenização por danos materiais e pela perda dos alunos.
(Fonte: Estadão Conteúdo)

Governadores do Nordeste rechaçam impeachment a Dilma e recebem promessa de recursos para combate à seca

Do blog de jamildo



Dilma Rousseff se reuniu nesta quarta com governadores do Nordeste. Foto: Humberto Pradera/Divulgação.
Dilma Rousseff se reuniu nesta quarta com governadores do Nordeste. Foto: Humberto Pradera/Divulgação.
Após três meses de espera por uma audiência com a presidente Dilma Rousseff (PT), os nove governadores do Nordeste saíram do encontro desta quarta-feira (25), no Palácio do Planalto, com a promessa de liberação imediata de recursos para o combate à seca nos Estados. A reunião também teve caráter político e os gestores estaduais redigiram uma carta em que se comprometeram a não pactuar com qualquer manifestação que desrespeite o estado político de direito.
O secretário estadual de Comunicação da Paraíba, Luís Torres, explicou que entre as ações previstas de combate à estiagem estão a perfuração de poços artesianos, a liberação de carros-pipas e adutoras de engate rápido. As obras hídricas de maior porte, como a transposição, que está atrasada, também entrou na pauta, contou o secretário.
O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, escalado para falar em nome dos governadores, recebeu a garantia de que não haverá paralisação das grandes obras desenvolvidas na região atualmente. Dilma assegurou que haverá liberação de recursos para execução dos projetos.
NOVO ENCONTRO – Depois da Paraíba, os governadores marcaram o próximo encontro para Natal, capital do Rio Grande do Norte. O encontro acontece no dia 8 de maio, segundo informou o secretário de Comunicação da Paraíba, Luiz Torres.

Ex-tesoureiro de Serra e FHC cai no Swissleaks

247Na lista dos mais de 8 mil correntistas brasileiros no HSBC na Suíça consta o tucano Márcio Fortes, ex-tesoureiro do ex-presidente FHC e de José Serra.
Segundo reportagem do ‘Globo’, o primeiro vice-presidente do PSDB-RJ, o ex-prefeito nunca mencionou nas declarações de bens que enviou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) a existência de suas três contas no país helvético. Em 2006/2007, o saldo era de US$ 2,4 milhões.
Durante a campanha de Serra à Presidência, em 2002, Fortes usou notas frias e o PSDB chegou a ser multado em R$ 7 milhões. O valor das notas, emitidas por uma empresa fantasma e por outra "inidônea", somavam R$ 476 mil, segundo a Delegacia da Receita Federal de Brasília.

De acordo com o jornal ‘Folha de S.Paulo’, a empresa "inidônea", desativada desde 1996, estaria registrada como sendo Marka Serviços de Engenharia e pertenceria ao secretário-geral do PSDB (1999-2003), Márcio Fortes.
Em 2000, o empresário foi a pessoa física que mais doou ao PSDB — o equivalente a 21% do total arrecadado. Fortes já foi presidente do BNDES (1987-1989) e secretário municipal de Obras do Rio (1993-1994).

Outros políticos de cinco partidos também foram citados no caso do Swissleaks, como o ex-prefeito de Niterói Jorge Roberto Silveira (PDT-RJ), seu secretário de Obras à época, José Roberto Mocarzel, e o vereador Marcelo Arar (PT-RJ).
Lirio Parisotto, suplente de senador pelo PMDB-AM, e Daniel Tourinho, presidente nacional do PTC, além das duas irmãs do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), também foram citados pelo caso Swissleaks, que abriu contas secretas do banco entre 2006 e 2007.
Os filhos do prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB-MG) possuem igualmente conta na Suíça, mas justificaram por meio de documentos que os valores foram declarados.

Situação diferente é a do tucano Márcio Fortes, que não mencionou na declaração de bens que enviou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) em 1998, a existência de suas contas no país helvético

Uma luz para Eduardo Cunha



O lobista Jorge Luz, que, segundo Paulo Roberto Costa, foi quem o ajudou a conseguir o patrocínio do PMDB para continuar na diretoria da Petrobras, não é amigo apenas de Renan Calheiros e de Sérgio Machado.

Outro personagem importante em seu rol de relacionamentos é Eduardo Cunha.
Ambos se conhecem desde os tempos em que Cunha presidiu, por indicação de PC Farias, nunca é demais lembrar, a finada Telerj, no início dos anos 90.

O lobista já era poderoso naquele tempo. Foi ele quem estendeu a mão a Cunha ainda quando ele era um simples economista em busca de padrinhos políticos e ascensão na máquina pública

quarta-feira, 25 de março de 2015

Moro, e o Álvaro Dias? Não era da mesma CPI?

Do blog conversa afiada

Coitado do Anastasia … Pagou o pato sozinho …


A propósito da assombrosa informaçao de que o Moro, o implacável de Guantánamo, pegou um tucano (morto), amigo navegante enviou a seguinte breve reflexão:



Amigo, o Catão dos Pinhais está VIVO e era membro da mesma CPI do falecido Guerra.

Guerra e o Catão eram na verdade os únicos tucanos da CPI. 

Será que o Guerra comeu os dez pedaços da pizza de milho sozinho ?

Naquela pizza de milho, cada pedaço valia um milhão…

Por que o Moro nao pergunta ao ilustre senador paranense: ilustre Senador, o falecido Guerra comeu os dez pedaços sozinho ?

Saudações paranaenses e, como diz voce, quá, quá, quá !

Projeto de lei que altera salário do magistério é retirado de pauta na Assembleia Legislativa

Do blog de  jamildo 


O projeto de lei 79/2015, que tratava do aumento de parte dos professores, acaba de ser retirado de pauta na Assembleia Legislativa do Estado. O projeto estava na ordem do dia para ser votado hoje, mas sofria resistência dos sindicato dos professores. A votação acabou sendo adiada para a próxima terça (31 de março).
A deputada Tereza Leitão argumentou também que o Governo e a Alepe devem investir em uma solução negociada, e por isso é necessário aguardar a negociação marcada para a próxima segunda (30), entre Governo e professores.
A proposta já foi aprovada nas Comissões de Justiça, de Administração e de Finanças. Teresa Leitão observou que o colegiado de Educação é o principal em relação ao mérito do projeto e não seria positivo votar a proposição em Plenário antes da apreciação pelo grupo. A parlamentar saudou o adiamento da votação, agradeceu aos envolvidos e afirmou que a decisão foi boa para a Casa Joaquim Nabuco.
O recuo do governo ocorreu após articulação da comissão de Educação, de Tereza Leitão, líderes partidários como o líder da Oposição, deputado Sílvio Costa Filho, do PTB; o líder do Governo, deputado Waldemar Borges, do PSB, além do presidente da Alepe, Guilherme Uchoa, do PDT.
Mesmo sem acordo entre o Governo do Estado e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Pernambuco (Sintepe), a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) planejava votar nesta quarta-feira (25) o projeto do governador Paulo Câmara (PSB) que reajusta o piso dos professores estaduais. O sindicato prometeu realizar um protesto em frente ao Legislativo estadual.
Nesta terça-feira, o governador Paulo Câmara explicou que o projeto atual fazia a adequação do piso salarial de 4 mil professores ao piso nacional do magistério, definido por Lei. Ele garantiu que o reajuste nos salários da categoria será negociado na data base legal, em junho, assim como os demais servidores.
O Sintepe defendeu que o Palácio do Campo das Princesas deveria conceder o reajuste de todos os professores. O sindicato também criticou o fato de o projeto atual nivelar os vencimentos de professores com licenciatura plena e daqueles que têm apenas formação em Ensino Médio.
Para o Sintepe, o projeto prejudica o Plano de Cargos e Carreiras (PCC) ao atribuir um reajuste de 13,01% para 1,1 mil professores; de 0,89% para 2,9 mil servidores e de 0% para os demais profissionais da Educação.
A proposta havia passado nessa terça na Comissão de Constituição e Justiça da Alepe, a mais importante da Casa, e já foi incluída na ordem de votação pelo presidente Guilherme Uchoa (PDT). A deputada estadual Teresa Leitão (PT) reclamou que o projeto não tem parecer das Comissões de Finanças, Administração e Educação.
Os professores fazem uma paralisação de advertência nesta quarta e quinta (26). Para Paulo Câmara, a paralisação é precipitada, prejudica os estudantes e não será tolerada pelo governo estadual.

Isolada, Dilma ganha apoio dos governadores

Do blog de Magno Martins



Reunidos por mais de três horas com a presidente Dilma, os governadores do Nordeste assumiram diante dela uma firme disposição contra qualquer tipo de ruptura que possa comprometer a democracia e em respeito à Constituição. Foi uma forma de solidariedade ao isolamento político de Dilma provocado pela maior crise política e econômica dos últimos 50 anos.

A posição conjunta dos governadores se dá 10 dias após as manifestações de rua pelo afastamento da presidente nos principais centros urbanos, especialmente São Paulo, que atraiu mais de 1 milhão de pessoas. Do ponto de vista prático em relação à pauta administrativa, os governadores receberam sinalização da liberação de recursos apenas para o combate à seca.
Deve sair dinheiro para o pagamento de programas que estão em andamento na área hídrica e para quitar também os pipeiros que abastecem as comunidades mais atingidas pela seca. Dilma condicionou a concessão de empréstimos internacionais ao ajuste fiscal, prometendo avaliar caso a caso, isso depois de aprovado o ajuste pelo Congresso.
Daí, a necessidade de os governadores exercerem o papel de convencer suas bancadas na Câmara e no Senado pela aprovação do ajuste fiscal. Outra sinalização do Planalto foi para definição de uma política unificada de combate ao crime, devido ao crescimento da violência no Nordeste.


Chuva em Araripina provoca prejuízo




Do G1 Petrolina
Alegria para uns e transtorno para outros; esta tem sido a realidade da chegada da chuva em algumas cidades do Sertão pernambucano. De ontem para hoje, o município de Araripina teve o maior índice pluviométrico de todo o estado, 88 mm, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).
A chuva em Araripina trouxe alguns transtornos para a população local. De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Ordem Pública do município, 250 pessoas, somente do bairro Zé Martins estão desabrigadas. Elas foram levadas para escolas no município. Já no bairro Universitário, quatro casas desabaram e muitas ruas apresentaram rachaduras.

O grupamento do Corpo de Bombeiros de Ouricuri e Salgueiro, também no Sertão, tiveram que se deslocar para Araripina com o objetivo de realizar os atendimentos à população. Na cidade também houve queda de postes, o que interrompeu o fornecimento de energia em vários locais e instituições como a Agência do Trabalho. A gestão municipal ainda discute a possibilidade de decretar estado de calamidade por causa da chuva.

Janine questiona: por que se investiga só o PT?

247 - O intelectual Renato Janine Ribeiro, professor de ética e filosofia da USP, questiona a agenda dos protestos de 15 de março, como se a eliminação do PT – e não a revisão das causas que apodreceram o sistema político brasileiro – fosse o suficiente para sanar o País de todos os seus males.
Embora dê razão a quem se revoltou, ele afirma que deve-se buscar as causas da corrupção, e não apenas seus sintomas. "Tratar o sintoma não é a solução. Meias medidas são meros paliativos. É preciso chegar às causas. Venceremos a corrupção quando ela parar de servir de pretexto político de um lado contra o outro e for mesmo repudiada pela maior parte da população. Não é o caso – ainda", diz ele.
No texto, ele também questiona a indignação seletiva. "Por que tantos querem que a investigação foque só o PT? A apuração não deve ser ampla, geral e irrestrita?".
Leia, abaixo, a íntegra:
Tem razão quem se revolta
As legítimas manifestações de 15 de março caíram no engodo de construir um Outro demoníaco, aquele que acabou com o que era doce
"On a raison de se révolter", dizia o filósofo francês Jean-Paul Sartre no fim da vida, quando, depois de maio de 1968, se cansou de esperar que o Partido Comunista se consertasse e fez causa comum com os maoistas. Não é fácil traduzir a frase de Sartre. Seria algo como "tem razão quem se revolta".
Mas qual razão, quanta razão? Eu diria que é a razão do sintoma: sente-se a dor, procura-se a infecção, mas queixar-se não é diagnosticar a doença, menos ainda curá-la. O último dia 15 de março foi isso. A queixa é correta, o tecido social está sofrendo, mas diagnóstico e prognóstico ficaram pela metade.
A queixa: não se aguenta mais a corrupção. O caso da Petrobras mostra uma crise grave em uma de nossas maiores empresas. Pior, uma empresa que pertence a todos nós. Muito resta a explicar, da falta de controle à pura indecência. Como o PT foi entre tolerante e partícipe do processo, ele se torna a bola da vez.
A dor: como fizeram isso com nosso país? E o erro: fizeram, quem? Isso, o quê? Nosso, de nós, quem? Aqui está o problema.
Quem "fizeram" é só o PT ou, mais que ele, o PP ou, ainda mais, um sistema político que se acostumou a ser eficiente pela via da desonestidade? Porque há um subtexto em nossa sociedade que diz: resolva o problema, "não quero saber como".
Não queremos saber como funcionam as coisas, desde que elas funcionem. Vejam o que chamamos de "segurança pública". Ela depende muito da violência policial contra inocentes. Não queremos saber a que custo reina alguma paz em nossos bairros. O preço dessa paz é a violência contra três Ps: pobres, pretos e putas.
Ainda que insuficiente, a eficiência que o Estado consegue deve-se, em vários casos, ao "não quero nem saber". Só que agora está emergindo o iceberg inteiro. Nós nos acostumamos ao "por fora bela viola, por dentro pão bolorento"; fingíamos que não havia bolor, mas ele está aparecendo. Tanto no Metrô de São Paulo como na Petrobras.
O avanço da democracia desnuda esse preço, esse bolor. Há uma reação tola: não quero saber do preço. Um dos modos dessa reação é carimbar um culpado bem afastado de nós. O PT cumpre hoje esse papel de demônio, que já foi de Getúlio Vargas. Assim se afasta de nós esse cale-se. Somos poupados.
As manifestações do dia 15 de março, legítimas na medida em que "tem razão quem se revolta" (mas alguma razão, não toda), caíram no engodo de construir um Outro demoníaco, aquele que acabou com o que era doce. O passado fica como uma idade, senão de ouro, pelo menos de prata.
Um teste simples: se alguém contesta os males atuais em nome de um passado que teria sido melhor, essa pessoa está pelo menos mal informada. Nossa história tem podres que mal começamos a enxergar.
O presente pode parecer horrível, mas só porque expôs a chaga purulenta. O bom que era doce se assentava em mentiras. Aumentaram as mentiras? Ou, na sociedade da informação, é mais fácil descobri-las do que antes? O mensalão do DEM teria sido exposto, não fosse uma microcâmera escondida? Delações premiadas funcionariam se os cúmplices mantivessem a lealdade dos mafiosos, que morrem, mas não falam?
Sem uma força-tarefa como a da Operação Lava Jato, teriam sido pegos? Quem deve teme. Por que tantos querem que a investigação foque só o PT? A apuração não deve ser ampla, geral e irrestrita?
Tratar o sintoma não é a solução. Meias medidas são meros paliativos. É preciso chegar às causas. Venceremos a corrupção quando ela parar de servir de pretexto político de um lado contra o outro e for mesmo repudiada pela maior parte da população. Não é o caso – ainda.

 

Apeoesp cobra cobertura da greve pela Rede Globo

Pela Rede Brasil Atual 

São Paulo – A presidenta da sindicato dos professores da rede estadual de ensino de São Paulo (Apeoesp), Maria Izabel Azevedo Noronha, encaminhou nesta segunda-feira (23) ofício ao diretor geral de jornalismo da Rede Globo, Ali Kamel. Na correspondência, enviada pela primeira vez ao jornalismo da emissora, que historicamente boicota o movimento, ela informa que os professores da rede estadual estão em greve desde o último dia 13.
“Para a Globo, nossa greve não existe. Coincidentemente ou não, é a mesma versão do governo estadual”, afirma a dirigente no comunicado, referindo-se às declarações do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que nega a existência do movimento grevista ao mesmo tempo que afirma se tratar de uma novela que se repete anualmente.

Maria Izabel questiona o fato de os telejornais da emissora terem dado grande destaque às manifestações do dia 15 deste mês, contra o governo federal, no mesmo local da assembleia dos professores, e não ter dado cobertura ao movimento. De acordo com a Apeoesp, na última sexta-feira (20), 135 mil professores estavam em greve, o que corresponde a 60% da categoria em todo o estado.

Ainda segundo ela, “a ética e o bom jornalismo determinam que todas as partes envolvidas em determinado fato sejam ouvidas e que sejam divulgadas suas posições”. A dirigente acrescenta que, “se a Rede Globo defender, de fato, a liberdade de expressão, deve cumprir as normas do Estado democrático de direito".

“Como concessão pública, deve cumprir seu papel de informar à população sobre todos os fatos que a possam interessar e, também, dará voz a a todos aqueles que não estão satisfeitos com a realidade da escola pública estadual.”

Diário demite 100. Vinte são da redação

Sob o argumento de uma suposta reestruturação, o novo grupo que assumiu o Diário de Pernambuco, o jornal mais antigo em circulação na América Latina, promoveu uma vassourada no seu quadro de pessoal, atingindo de uma só tacada 100 funcionários, a maioria da área administrativa, que deve ser transferida do Recife para Fortaleza, sede do Hap Vida, acionista majoritário.

Da redação, foram demitidos em torno de 20 profissionais, dos quais muitos nomes conhecidos no mercado, como Josué Nogueira, editor do blog. Entre os editores-executivos foram afastados Humberto Santos e Cristiano Mascaro. A relação de editores é maior: Cleide Galdino, Fábio Guibu, Tatiana Meira, Heitor Cunha, Gil Vicente, Flávio Adriano e Inês Campelo.

No departamento fotográfico perderam seus empregos gente boa e bem antiga no mercado, a exemplo de Edvaldo Rodrigues, Bernardo Dantas, Blenda Souto Maior, Raptara Guerra e Allen Torres. Entre os repórteres, Rebeca Silva, Raphael Guerra, Josué Nogueira e Lenne Ferreira.(Do blog de magno Martins)

Coelho caminha célere ao STF





Presidente da OAB desde 2013, Marcus Vinícius Furtado Coelho é hoje o candidato mais forte a ocupar a cadeira deixada por Joaquim Barbosa no STF.
Coelho tem a simpatia de Ricardo Lewandowski e de Renan Calheiros, Cresce a possibilidade de Dilma Rousseff (PT) anunciar o nome de Coelho na sexta-feira.

Nunca vi uma ofensiva como essa do PiG


No lançamento da Frente Parlamentar em defesa da  Petrobras, Haroldo Lima, ex-presidente da Agência Nacional de Petroleo (ANP) e ex-deputado federal pelo PC do B, afirmou que a campanha contra a petroleira, neste momento, é a maior da história.

“Essa batalha é das mais complicadas. Eu nunca vi uma ofensiva como essa. A palavra de ordem é: A Petrobras é intocável”, disse Haroldo nesta terça-feira (24) na Câmara dos Deputados.


Ele ainda criticou a política de comunicação dos governos petistas, que subsidiam o que chama de “mídia mancomunada”

“Eu acho que a Presidência da República, desde Lula para cá, é condescendente com a mídia brasileira. Você pega a Veja e tem propagandas do Governo e a Veja não contribui para o futuro do Brasil”, discursou.(Do blog conversa afiada)

PSB nomeia oito novas direções municipais

A direção estadual do PSB enviou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), nesta terça-feira (24), as direções partidárias de oitos municípios. A ação mostra como o partido está se preparando para as eleições do próximo ano. O presidente será o professor Tales Vital.
Como a Coluna Folha Política tinha antecipado o advogado Antônio Campos, que poderá concorrer à Prefeitura de Olinda no próximo ano, teve o título transferido para a cidade. Ele será o vice-presidente da sigla no local.

O ex-vice-prefeito Agean Tenório comandará o PSB de Águas Belas, a vereadora Lita Massena o de Chã de Alegria e o ex-candidato a prefeito Marcello Maranhão, o de Ribeirão. O vice-prefeito Zé Martins comandará o PSB de João Alfredo, Camila Machado o de Sirinhaém, Manoel Marcos Ferreira o de Pombos e Cristina Silva o de Maraial.

Erundina aceita Marta no PSB: pode vir



Luiza Erundina (SP), cuja reação à filiação de Marta Suplicy preocupava a direção do PSB, diz que a senadora será "bem-vinda". 

"Marta é um bom quadro, com experiência no Executivo e no Legislativo. Recebê-la vai ser bom para o partido."
Sobre as críticas da ex-ministra ao PT e a Dilma, a deputada é cautelosa.

"Quando saí do PT, não saí batendo. Mas se ela acha que o modo como está fazendo é o melhor, respeito."  (Vera Magalhães - Folha de S.Paulo)