sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Dilma abre 18 pontos de vantagem sobre Aécio no Rio

SÃO PAULO - Após o Datafolha mostrar pela primeira vez a presidente Dilma Rousseff (PT) à frente de Aécio Neves (PSDB) além da margem de erro, o instituto apresentou nesta sexta-feira (24) o desempenho por estados.
No Rio de Janeiro, a petista tem agora 18 pontos de vantagem, vencendo com 59% das intenções contra 41%.
O Datafolha destaca que o Estado registrou um alto número de votos para a candidata Marina Silva (PSB), que ficou em segundo lugar na região com 31% dos votos, ficando apenas 5 pontos atrás de Dilma, o que pode representar uma migração de votos da pessebista para a petista no Estado.

Lula: "Veja é fábrica de mentiras e de ódio"


:
247-Em entrevista ao 247, o ex-presidente Lula reagiu, com indignação, à manobra eleitoral de Veja, que publicou acusações, sem prova, como a própria revista admite, contra ele e a presidente Dilma Rousseff, às vésperas do segundo turno; "A Veja é a maior fábrica de mentiras do mundo. Assim como a Disney produz diversão para as crianças, a Veja produz mentiras. Os brinquedos da Disney querem produzir sonhos. As mentiras da Veja querem produzir ódio", disse ele ao jornalista Paulo Moreira Leite, diretor do 247, em Brasília; Dilma foi ao horário eleitoral e anunciou medidas judiciais contra a publicação da Marginal Pinheiros; "Veja vai fracassar no seu intento criminoso", disse ela; eis um trecho da reportagem de Veja que fala por si: "O doleiro não apresentou – e nem lhe foram pedidas – provas do que disse"; crime eleitoral escancarado, que atenta contra a democracia brasileira.
 Poucos políticos brasileiros foram alvo de tamanha quantidade de reportagens negativas por parte da VEJA como Luiz Inácio Lula Silva. Reportagens erradas, bem entendido, que não debatiam suas ideias políticas, nem o PT, mas questionavam seu caráter e sua formação. Os dois episódios mais conhecidos ocorreram no ano de 2006, quando Lula disputava a reeleição — momento especialmente propício para desastres midiáticos, como se sabe.
Em maio a revista publicou a denúncia de que Lula e vários ministros possuíam contas secretas no exterior. Como aconteceu com a capa “Eles sabiam de tudo”, a revista não possuía informações confiáveis para sustentar o que dizia, admitia isso perante os leitores — mas não se furtou lançar acusações gravíssimas que, se fossem comprovadas, levariam a um impeachment do presidente. Mas era uma farsa grotesca, com dados que não combinavam, misturados num enredo mirabolante. O autor da apuração chegou a deixar claro a seus superiores que a história não batia, possuía várias contradições — mas ela foi publicada mesmo assim.
Em outubro daquele ano, às vésperas do pleito onde Lula disputou a reeleição, VEJA publicou “O Ronaldo de Lula,” onde sugeria que Fábio Luís, filho do presidente, havia feito fortuna atuando como lobista do governo do pai. Havia dados e números sobre os negócios de Fábio Luís mas nenhum episódio que provasse o que se insinuava.
No início do ano passado, Lula e Roberto Civita, o dono da editora Abril, foram vizinhos no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Lula seguia no tratamento contra o câncer na laringe, do qual se recuperou, enquanto Civita cuidava do aneurisma no abdômen, causa de sua morte. Informado da gravidade da doença do empresário, Lula decidiu lhe fazer uma visita de cortesia. Civita reagiu com surpresa à chegada do ex-presidente. Em determinado momento, Civita lembrou-se da matéria sobre Fábio Luíz e disse a Lula que lamentava terem feito aquela acusação sem provas. Lula tranquilizou Civita. Disse que não fora ali para discutir, mas para lhe desejar boa sorte. Poucos minutos depois, retirou-se.

Dilma: “Darei minha resposta à Veja na Justiça”

247 – A resposta da presidente Dilma Rousseff à edição antecipada da revista Veja, às vésperas do segundo turno das eleições, veio rápida. No último dia de propaganda eleitora, a candidata à reeleição pelo PT respondeu à denúncia "sem provas" veiculada pela revista de que ela e o ex-presidente Lula tinham conhecimento prévio do esquema de corrupção que está sendo investigado na Petrobras dizendo que responderá por essa "barbaridade" na Justiça. "Dessa vez, ela não ficará impune".
"Eu gostaria de encerrar a minha campanha na TV de outra forma, mas não posso me calar frente a esse ato de terrorismo eleitoral articulado pela revista Veja e seus parceiros ocultos, uma atitude que envergonha a imprensa e agride a nossa tradição democrática", começou Dilma. "Sem apresentar nenhuma prova concreta e mais uma vez baseando-se em supostas declarações de pessoas do submundo do crime, a revista tenta envolver diretamente a mim e ao presidente Lula nos episódios da Petrobras que estão sob investigação da Justiça", prosseguiu.
"Todos os eleitores sabem da campanha sistemática que essa revista move há anos contra Lula e contra mim, mas dessa vez a Veja excedeu todos os limites", defendeu-se a presidente. Ela lembrou de outras edições em que a revista insinuava que ela "poderia ter sido omissa na apuração dos fatos". "Isso já era um absurdo, isso já era uma tremenda injustiça. Hoje, a revista excedeu todos os limites da decência e da falta de ética, pois insinua que eu teria conhecimento prévio dos malfeitos na Petrobras e que o presidente Lula seria um dos seus articuladores", atacou.
"A revista comete esta barbaridade, esta infâmia contra mim e Lula sem apresentar a mínima prova, isso é um absurdo, isso é um crime. É mais do que clara a intenção malévola da Veja de interferir de forma desonesta e desleal nos resultados das eleições, a começar pela antecipação da sua edição semanal para hoje, sexta-feira, quando normalmente chega às bancas no domingo", apontou Dilma. "Como das outras vezes, a Veja vai fracassar no seu intento criminoso, mas dessa vez, ela não ficará impune. A Justiça livre deste País seguramente vai condená-la por este crime. O povo brasileiro tem maturidade suficiente para discernir entre a mentira e a verdade", anunciou.
Ela disse ainda que "a consciência livre da Nação não pode aceitar que mais uma vez se divulguem falsas denúncias no meio de um processo eleitoral em que o que está em jogo é o futuro do Brasil" e que "o povo vai responder a Veja e seus cúmplices nas urnas". E completou: "Eu darei a minha resposta a eles na Justiça".  A atriz que fala na propaganda após o discurso de Dilma afirma que "a cartada desesperada da Veja está na cara", antes de anunciar as pesquisas com Dilma na liderança da corrida presidencial.

#DesesperodaVeja: Revista investe no terrorismo eleitoral, mas já perdeu toda a credibilidade

Do  Muda Mais:

A três dias das eleições presidenciais, quando as pesquisas apontam para a vitória da presidenta Dilma Rousseff, a Revista Veja – velha conhecida por atuar como principal veículo de oposição aos governos petistas – chega às bancas com mais uma capa fraudulenta e caluniosa contra Dilma e o ex-presidente Lula.Trata-se da conhecida tática golpista praticada pela revista de tentar manipular a opinião pública, pautar o último debate na TV e influenciar o resultado das eleições.



A capa da publicação mostra Lula e Dilma com a manchete “eles sabiam de tudo” se referindo ao esquema de corrupção denunciado pelo doleiro Alberto Yousseff, por meio de delação premiada, à Polícia Federal. MENTIRA. E como sabemos a mentira é a matéria-prima do golpismo que a Revista lança sempre que os seus candidatos a presidente estão atrás nas pesquisas eleitorais na reta final das campanhas. Surpreendente seria se a Veja se comportasse diferente dessa vez.



O doleiro Yousseff foi preso no começo deste ano, pela Operação Lava Jato da PF, acusado de chefiar um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. O decorrer do processo ocorre em segredo de justiça e as declarações resultantes de delação premiada carecem de comprovação, já que esse tipo de interrogatório serve como peça inicial para investigações mais aprofundadas. As declarações do réu (no caso, o próprio doleiro Yousseff), aliás, precisam ser comprovadas para garantir a ele o direito de ter sua pena reduzida. Mas temos que lembrar que tudo o que “carece de comprovação” ou simplesmente é inventado ou fantasiado ganha contornos de “fato real” na redação oposicionista da Veja.




Vale destacar que, na semana passada, quando todos os jornais acusavam a participação do ex-presidente do PSDB, Sergio Guerra, no esquema de recebimento de propina em que é acusado pelo doleiro Alberto Yousseff, a capa da Revista Veja requentava uma notícia velha, não comprovada e caluniosa, para desviar o foco do assunto. E essa, como já sabemos, não foi a primeira vez. A quem serve, então, a Revista Veja?



Ações como essa são sintomáticas de um tipo de pseudo-jornalismo que há muitos anos deixou de lado o compromisso com a verdade e a informação. E mais, a antecipação da publicação da edição atual na tentativa de influenciar o resultado das eleições é prática de fraude eleitoral, pura e simples. Quais são os interesses que se escondem por trás de uma publicação que sistematicamente divulga todo o tipo de mentira e calúnia para difamar, desqualificar e desestabilizar um governo legítimo e eleito democraticamente pelo povo? Em uma democracia a postura anti-ética da Veja é inaceitável e deve ser entendida como uma tentativa de golpe.



Felizmente, os brasileiros já não se deixam enganar por uma revista que há muito tempo jogou fora toda a sua credibilidade. Eles pensam que podem manipular o eleitor com mentiras e desinformação. Estão errados. A democracia brasileira não é exercida nas bancas de jornais, mas nas urnas. E essa verdade está fora do alcance da manipulação da Veja

Humberto rebate ataques de Geraldo Julio

Senador esteve presente no ato pró-Dilma em Olinda nesta quinta (23) (Foto: André Nery/Folha de Pernambuco)
Coordenador da campanha à reeleição de Dilma Rousseff (PT) em Pernambuco, o senador Humberto Costa (PT) rebateu os ataques do prefeito do Recife, Geraldo Julio, ditos na última quarta-feira (22) durante ato pró-Aécio. O parlamentar relatou que a presidente não deu às costas para o Estado.
“Alguém que trouxe para cá uma refinaria, dois estaleiros, a fábrica da Fiat, a Hemobrás, que concluiu a duplicação de três rodovias federais, está começando a botar pra funcionar a Transposição do São Francisco, que está fazendo a Transnordestina e milhares casas populares deu às costas a quem? Ao povo de Pernambuco é que não foi. Se o prefeito está fazendo este discurso é sintomático o desespero, mas o voto de Pernambuco não tem dono”, disse o petista.

Datafolha: Dilma avança em todas as classes sociais

247 – Diante da guinada da presidente Dilma Rousseff, que abriu nesta quinta-feira seis pontos de vantagem sobre o tucano Aécio Neves, Mauro Paulinho, diretor geral do Datafolha, e Alessandro Janoni, diretor de pesquisas, constatam que a candidata à reeleição avançou em todas as classes sociais.
“Se no primeiro momento, o segmento intermediário da classe média foi o responsável por desequilibrar a disputa a favor da presidente, sua liderança atual reflete o crescimento das intenções de voto tanto nos estratos mais ricos quanto nos mais pobres”, afirmam.
Já a participação do tucano Aécio Neves nas classes mais altas, de onde extrai a maior parte de seus votos válidos, caiu significativamente.
Na primeira pesquisa realizada após o primeiro turno, Aécio alcançava 74% entre os integrantes da classe alta e 67% entre os da média alta. Hoje, essas taxas correspondem a 64% e 58%, respectivamente.
Além disso, dizem que agora percebe-se que em comparação com o levantamento de duas semanas atrás, o tucano perdeu oito pontos no Rio e seis em São Paulo. Minas, nesse período, apesar de oscilações, ficou estável, dividida entre os dois (leia mais).

Advogado de doleiro: Veja mentiu sobre Dilma e Lula

247 - A tentativa de golpe da Editora Abril contra a democracia brasileira não durou um dia. Menos depois de 24 horas após circular com uma edição extra, acusando a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula de "saberem de tudo" sobre o esquema denunciado na Petrobras, o "depoimento" do doleiro Alberto Youssef foi desmentido por ninguém menos que seu próprio advogado, o criminalista Antonio Figueiredo Basto.
“Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso”, afirmou Basto. “Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. É preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação”, alertou o advogado.
A edição de Veja foi antecipada para esta quinta-feira para tentar interferir na sucessão presidencial, sobrepondo-se à soberania popular. Ontem, pesquisas Ibope e Datafolha confirmaram a liderança da presidente Dilma Roussef nas pesquisas eleitorais (leia aqui).
Os responsáveis diretos pelo atentado à democracia cometido pela Editora Abril são o diretor de Redação de Veja, Eurípedes Alcântara, o executivo Fábio Barbosa, que conduz a gestão da empresa, além dos acionistas da família Civita. Conduziram o jornalismo brasileiro a seu momento mais irresponsável, mais vil e mais torpe

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

A última baixaria de Veja: "Dilma sabia de tudo"

247 - A menos de 72 horas das eleições presidenciais, a revista Veja publica uma capa que poderá entrar para a história do jornalismo como um dos mais sórdidos atentados contra a democracia já vistos no País. A reportagem destaca suposto trecho da delação premiada do doleiro Alberto Youssef, em que ele afirmaria que tanto a presidente Dilma Rousseff como seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva "sabiam de tudo" que ocorria na Petrobras.
Os vazamentos seletivos já foram condenados pela Ordem dos Advogados do Brasil e delações premiadas, num contexo político como o atual, podem se converter em mentiras premiadas. Aliás, ontem, o próprio Youssef acusou outro "delator premiado", seu laranja Leonardo Meirelles, de estar mentindo ao incriminar o PSDB.
Que Veja é e sempre foi tucana, isso jamais foi mistério. Mas não se esperava de uma publicação por onde já passaram nomes honrados do jornalismo brasileiro uma tentativa tão torpe de se sobrepor à soberania popular e golpear a democracia. Baixaria sem limites.

Nova pesquisa Datafolha: Dilma tem 48% das intenções de voto e Aécio, 42%

Pesquisa Datafolha, finalizada hoje (23), mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 48% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 42%. Assim como na pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, pela primeira vez no levantamento, Dilma lidera a disputa no segundo turno fora da margem de erro.
Votos brancos e nulos somam 5%, enquanto 5% ainda estão indecisos. Considerados os votos válidos (excluindo-se os brancos, nulos e indecisos), Dilma tem 53% e Aécio, 47%. A pesquisa foi contratada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 47% e Aécio, 43% dos votos totais.
De acordo com o levantamento divulgado hoje, 41% afirmaram não votar em Aécio "de jeito nenhum", enquanto 37% afirmaram não votar em Dilma.
A pesquisa Datafolha ouviu 9.910 eleitores na quarta-feira (22) e na quinta-feira (23). A margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.
No primeiro turno, Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves recebeu 33,55%. O segundo turno das eleições presidenciais será no próximo domingo (26).
Agencia Brasil

Nova pesquisa Ibope: Dilma tem 49% e Aécio, 41% das intenções de voto

Agencia Brasil

A pesquisa Ibope divulgada hoje (23) mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 49% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 41%. Votos brancos e nulos somam 7% e não sabem ou não responderam 3%. Na pesquisa anterior, divulgada no último dia 15, Aécio tinha 45% das intenções de voto e Dilma, 43%. Brancos e nulos somavam 7%. Os que não sabiam ou não responderam, 5%.

No caso dos votos válidos, ou seja, excluídos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição, de acordo com o instituto, Dilma aparece com 54% das intenções de votos e Aécio com 46% . Na pesquisa anterior, Aécio tinha 51% e Dilma, 49% dos votos válidos.

Quanto ao percentual de rejeição, de acordo com o Ibope, Aécio tem 42% e Dilma, 36%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios, entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01168/2014. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.
No primeiro turno das eleições, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves, 33,55%.

Choque de lodo: o mar de lama do PSDB




"Não deixa de ser potencialmente devastador que quem acusa o PT de jogar o país num mar de lama, agora só tenha 200 bilhões de litros de lodo a oferecer ao povo
Saul Leblon, Carta Maior
O depoimento do diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, nesta 3ª feira, na Assembleia Legislativa de São Paulo, caiu como uma bomba na reta final da campanha presidencial de 2014.

Ele disse aquilo que o PSDB se recusa a admitir: restam apenas 200 bilhões de litros do volume morto do sistema Cantareira, que provê boa parte da água consumida na cidade.

Outros 300 bilhões/l de um total de 500 bi/l já foram acionados.

Mas o pior de tudo: a derradeira reserva de água da cidade encontra-se disponível na forma de lodo.

Dele terá que ser separada para acudir a sede paulistana caso não chova o suficiente no próximo verão.

Aécio,desesperado, parte para a agressão. E tucanos de SP repetem o “vai tomar no…”


Fernando Brito, Tijolaço  

Assisti, impressionado, o programa de televisão de Aécio na televisão, agora à noite.

Apelação e terrorismo puros.

Classifica tudo o que se diz dele, independentemente de existirem fatos, documentos, provas, ata “mentiras” e “ataques ao meu nome honrado”.

Foram longos cinco minutos de fala, onde ele se desenha como vítima – curioso, tendo o mesmo tempo de televisão e toda a imprensa do seu lado – e, ao final, chama, figurativamente (ainda bem) sua adversária para a briga.

Entendo que sejam os sinais de desespero, com o nítido isolamento em que sua candidatura entrou, murchando a olhos vistos.

Os atos convocados pelo alto comando tucano para hoje foram pífios: reuniram mil pessoas, segundo estimativa da PM e gritavam, alucinados “ei, Dilma, vai tomar no c…”. Os jornais, em geral, abafaram isso, pelo desastre eleitoral que é… Mas o video  está lá, no UOL.

Nos outros estados, fracasso igual. Mesmo no comício em Belo Horizonte, sua grande batalha, não conseguiu passar de 10 mil pessoas, também na estimativa da polícia mineira.

O comando tucano está tonto com a queda de Aécio em São Paulo, que vai apagando a esperança de fazerem uma vantagem gigante no Estado e com o crescimento de Dilma no Rio de Janeiro, extremamente forte. Não posso falar de Minas, pois não tenho informações, mas não acredito que a coisa esteja bem para ele, por lá.

Ele está completamente atônito, tanto que aceitou fazer, hoje, o que nenhum candidato minimamente lúcido faz, se espera vencer: posar de vítima.

Mas Aécio faz pior: é a vítima raivosa, de olhos injetados e feições duras, parecendo pronto para saltar ao pescoço.

Não dá para falar, por isso e infelizmente, no sucesso dos atos de Dilma em Uberaba, Duque de Caxias (RJ) e na multidão que, mesmo sem ela, lotou a Cinelândia, no Centro do Rio.

Aliás, em Caxias, ela carregava uma faixa que parece bem adequada: “diga não à violência contra as mulheres”.

É mais importante que isso advertir que, do jeito que a coisa está, é preciso precaução com o debate da Globo.

Aécio não irá para lá em seu equilíbrio normal.

Vai para o confronto, batendo na monocórdia tecla de que criticá-lo é agressão e ofensa à sua honra e à dos mineiros.

E ditadura.

Porque democracia, ficou provado, para Aécio é não ser questionado e falar sozinho.

Algo me diz que ele termina esta eleição assim, falando sozinho.

E deixando um rastro de ódio e de selvageria numa parte da sociedade.

Dilma lidera com folga na Paraiba


Ricardo Coutinho  - foto Agencia Brasil

Pesquisa do Ibope realizada na Paraíba aponta a presidente Dilma Rousseff (PT) liderando a corrida eleitoral naquele Estado com 55% das intenções de votos, ante 36% do senador Aécio Neves (PSDB). Considerando-se apenas os votos válidos, a petista tem 60% e o tucano 40%.
Dilma não esteve na Paraíba nenhuma vez no primeiro turno porque o governador Ricardo Coutinho (PSB) apoiava Marina Silva (PSB) e o seu opositor, Cássio Cunha Lima (PSDB), com quem disputa o segundo turno, apoiava Aécio.
Neste segundo turno os dois estiveram lá para participar de eventos em Campina Grande e em João Pessoa.
Dilma recebeu o apoio de Coutinho, que por sua vez recebeu o apoio do terceiro colocado na eleição de governador, Vital do Rego Neto (PMDB), e passou a liderar as prévias.
A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 16 de outubro de 2014. Foram entrevistados 812 eleitores e sua margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.
(

Desemprego cai e é o menor da história em setembro

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil
A taxa de desemprego, medida pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME), atingiu 4,9% em setembro deste ano. Houve queda de 0,5 ponto percentual em relação à taxa observada em setembro do ano passado (5,4%). A pesquisa foi divulgada hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O índice também é numericamente inferior ao registrado em agosto deste ano (5%). Apesar disso, o IBGE considera a variação estatisticamente significativa. A PME é realizada em seis regiões metropolitanas do país.
O contingente de desempregados ficou em 1,2 milhão de pessoas em setembro deste ano, significando estabilidade em relação a agosto deste ano e queda de 10,9% na comparação com setembro do ano passado.
Já a população ocupada ficou em 23,1 milhões de pessoas, o que significa que, apesar da queda da taxa de desemprego, não houve geração de postos de trabalho tanto na comparação com agosto deste ano quanto em relação a setembro do ano passado.
Confira abaixo os gráficos do IBGE:

Datafolha aponta vitória de Camilo Santana no Ceará


:

247-De acordo com o levantamento do instituto em parceria com o jornal "O Povo", o petista teria 57% das intenções de voto, ante 43% do senador Eunício Oliveira (PMDB); candidato do governador Cid Gomes (Pros), Camilo Santana subiu quatro pontos em relação ao levantamento do Datafolha do último dia 15 e Eunício caiu quatro pontos.
Camilo - candidato do governador Cid Gomes (Pros) - subiu quatro pontos em relação ao levantamento do Datafolha do último dia 15 e Eunício caiu quatro pontos. 
Considerando os votos totais, o petista tem 49% (tinha 45%), e o peemedebista 38% (tinha 40%). Brancos e nulos são 5% e indecisos, 8%.
Em uma semana, Camilo também conseguiu reduzir sua taxa de rejeição, de 37% para 33%.

 

Manifestação pro-Aécio atrai público pequeno


247-Grande ato contra a “podridão no país” convocado por lideranças do PSDB em São Paulo se resumiu a uma marcha de cerca de 10 mil pessoas no Largo da Batata, em Pinheiros, que logo se dispersou na avenida Faria Lima; aos gritos de "Adeus PT", "Fora Dilma" e "muda Brasil", militantes acompanharam discursos do ex-jogador Ronaldo e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso de cima de um trio elétrico; mais dois atos para o presidenciável tucano estão marcados na capital paulista, na PUC-SP e no Mackenzie

Roseana não passa o poder ao inimigo. Vai renunciar




A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), deve renunciar ao mandato no início de novembro. O que se diz no círculo próximo à peemedebista é que ela não tem a menor intenção de passar diretamente a faixa ao governador eleito e ex-presidente da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) Flávio Dino. Nos bastidores, diz-se que ela ficaria “extremamente constrangida” em ser obrigada a fazer a transmissão a um político da oposição.
Se Roseana seguir adiante com os planos, quem deve assumir o governo nesta reta final é o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB). Um detalhe: Melo era candidato a vice-governador de Edison Lobão Filho (PMDB) e ficará sem mandato na próxima legislatura. Caso Melo assuma, após menos de dois meses de mandato, ele terá direito a uma aposentadoria vitalícia de aproximadamente R$ 25 mil.  (Blog Poder Online - Clarissa Oliveira

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Vox Populi: Dilma bate Aécio em Minas: 44% a 41%

Minas 247 – A presidente Dilma Rousseff (PT) lidera as intenções de voto no reduto eleitoral do seu adversário Aécio Neves (PSDB). De acordo com pesquisa Vox Populi, a petista alcança 44% do eleitorado mineiro contra 41% do tucano, que governou o estado de 2003 a 2010. A estatística é referente à votação estimulada, quando são apresentados os nomes dos candidatos.
No primeiro turno da eleição, Dilma também venceu Aécio em Minas por 43% dos votos válidos contra 39% do senador. O estado é o segundo maior colégio eleitoral do País e será decisivo na votação deste segundo turno.
Conforme o levantamento, Dilma vence por 50% a 35% entre os eleitores mineiros com renda de até dois salários mínimos. Na faixa entre dois até cinco salários mínimos, o tucano vence a petista por 43% a 42%. Aécio também alcança mais votos entre os mineiros com renda superior a cinco salários mínimos (52% a 35%)

Tom dos colunistas Pigais revela desalento com pesquisas

247 - A inversão de posições nas pesquisas eleitorais mais recentes, que colocaram a presidente Dilma Rousseff à frente do senador Aécio Neves, a despeito da situação ainda de empate técnico, provocou uma onda de desalento em algumas das principais colunas políticas da imprensa familiar no Brasil.
Enfileirados como tropa de choque da oposição, os colunistas já se mostraram mais otimistas do que agora. E, alguns, revelam até que seu discurso fracassou. É o que caso de Ricardo Noblat, do Globo, que aponta o fiasco da pregação udenista contra a corrupção. Segundo ele, a partir de agora, todos podem roubar. Eis um trecho:
Ora, se todos roubam por que não podemos roubar? Se todos são uns pilantras por que não podemos ser?
E daí?
Daí, nada.
Salvo uma parcela do eleitorado que baba de raiva quando ouve falar em roubalheira, o resto está pouco se lixando. Parte do pressuposto de que todo político é ladrão. E de que só nos resta aturá-los.
Noblat não leva em conta, por exemplo, que o combate à corrupção passa por reformas institucionais, com a mudança do sistema político e o fim do financiamento privado de campanhas.
Também mais desanimado, Merval Pereira diz que o Brasil pode estar rumando para o fascismo. Isso mesmo, o fascismo:
"Daqui para frente, é a Míriam Leitão falando mal da Dilma na televisão, e a gente falando bem dela (Dilma) na periferia. É o (William) Bonner falando mal dela no "Jornal Nacional", e a gente falando bem dela em casa. Agora somos nós contra eles [...]". 
 
Essa fala irresponsável é do ex-presidente Lula no seu papel de língua de trapo da campanha petista. O PT deu agora para nomear seus "inimigos", incentivando assim ações radicais contra jornalistas que consideram adversários do "projeto popular". 
 
Recentemente, um dirigente do partido havia nomeado sete jornalistas numa espécie de "lista negra". É uma típica ação fascista, que está sendo usada já há algum tempo na Argentina de Cristina Kirchner. É neste caminho que vamos, caso Dilma se reeleja.
 
Merval repete a linha já usada por Arnaldo Jabor, que disse que o Brasil caminhará para um "bolivarianismo light", caso a presidente Dilma Rousseff se reeleja.

Outra expoente dessa linha de frente da oposição, a colunista Dora Kramer elencou, nesta quarta-feira, as razões que justificariam a força eleitoral do PT. Eis seus pontos:

Esse ambiente é fruto de uma criação coletiva. Produto da tolerância dos informados que puseram seus atributos e respectivos instrumentos à disposição do deslumbramento, da bajulação e da opção pela indulgência. Gente que tem vergonha de tudo, até de exigir que o presidente da República fale direito o idioma do país, mas não parece se importar de lidar com quem não tem pudor algum.

Da esperteza dos arautos do atraso e dos trapaceiros da política que viram nessa aliança uma janela de oportunidade. A salvação que os tiraria do aperto em que estavam já caminhando para o ostracismo. Foram ressuscitados e por isso estão gratos.

Da ambição dos que vendem suas convicções (quando as têm) em troca de verbas do Estado.

Da covardia dos que se calam com medo das patrulhas.

Do despeito dos ressentidos.

Do complexo de culpa dos mal resolvidos.

Da torpeza dos oportunistas.

Da superioridade dos cínicos.

Da falsa isenção dos preguiçosos.

Da preguiça dos irresponsáveis.

O tom de desânimo dos colunistas, que já buscam argumentos para uma eventual derrota, é evidente e revela certa desconfiança dos quatro colunistas nas possibilidades eleitorais da oposição. Mas, talvez, estejam todos eles sendo precipitados. Afinal, o segundo turno ainda não aconteceu. Mas o fato é que estão todos de farol baixo.

Confira a agenda dos candidatos à Presidência da República


Dilma Rousseff (PT)
Uberaba (MG)
10h30 - Participa de caminhada, com saída na Rua Artur Machado, esquina com Alaor Prata, centro
Duque de Caxias (RJ)
17h – Caminhada com mulheres pela Rua Estevam di Giacomo (esquina com a Avenida Governador Brizola – centro)
Aécio Neves (PSDB)
Belo Horizonte
16h – Entrevista coletiva no Núcleo de Voluntários (Rua Santa Rita Durão, 309 – esquina com Avenida Afonso Pena)
18h30 – Comício na Praça da Estação

Folha também sugere conexão de Youssef com senador Alvaro Dias

247 – Um dos laranjas do doleiro Alberto Youssef afirmou em depoimento à Justiça federal nesta segunda-feira (20) que o esquema pagou propina Álvaro Dias, outro parlamentar do PSDB além do senador pernambucano Sérgio Guerra.
Segundo reportagem da “Folha S. Paulo”, o juiz Sergio Moro impediu que Leonardo Meirelles revelasse detalhes sobre o político.
Em delação premiada, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que Guerra recebeu R$ 10 milhões para ajudar a esvaziar a CPI da Petrobras em 2009, quando era presidente do PSDB.
O paranaense Álvaro Dias era um dos representantes nessa CPI e deixou a comissão em outubro de 2009, alegando que a força do governo impedia qualquer investigação séria (leia aqui).

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Dilma lidera com folga no Estado do Rio de Janeiro


Luiz Fernando Pezão - reprodução internet

Pesquisa do Ibope divulgada ontem à noite aponta a presidente Dilma Rousseff (PT) liderando a corrida eleitoral no Rio de Janeiro com 56% dos votos válidos, ante 44% do candidato Aécio Neves (PSDB).
Se forem considerados os votos totais, Dilma tem 48% e Aécio Neves, 37%. Nesse caso, os votos brancos e nulos totalizam 11% e não sabem e não responderam 4% dos eleitores.
O Ibope entrevistou 2.002 eleitores em 46 cidades do Rio de Janeiro entre a sexta-feira, 17, e o domingo, 19(

ZÉ LEZIN GRAVA APOIO A DILMA

Do blog de Roberto Almeida

Nairon Barreto, humorista conhecido nacionalmente como Zé Lezin da Paraíba, gravou um depoimento espontâneo sobre a atual disputa política. E pela primeira vez falou sério. Reconheceu as políticas sociais do PT, disse que os governos anteriores só fizeram filosofar e elogiou o trabalho do Samu e das escolas técnicas espalhadas por todo o Brasil. 

Confira no link abaixo:

https://www.facebook.com/video.php?v=719862078068171&fref=nf

Dilma reúne 35 mil sem Lula em Petrolina

(Foto: Ichiro Guerra/Divulgação)
Do Blog Roberta Jungmann
A ida inesperada de Dilma Rousseff a Petrolina tornou-se uma surpresa positiva para todos os petistas. Mesmo sem a presença do ex-presidente Lula, e sob um calor de 37ºC do Sertão, a candidata reuniu em praça pública cerca de 35 mil pessoas. O local ficou tomado de militantes, que tentavam fotografar e falar com a presidente. Dilma retribuiu, como de costume, fazendo um coração com as mãos. O comício foi considerado o maior evento político da Cidade. Como o prefeito de Juazeiro, Izac Carvalho (PCdoB), desmarcou o evento que faria na sua cidade para Dilma, muitos atravessaram a ponte para vê-la em Petrolina. Foi uma migração grande de última hora.

Paulo Câmara inaugura transição

(Foto: Roberto Pereira/Divulgação)
O governador eleito Paulo Câmara (PSB) inaugurou o escritório de transição do seu governo nesta terça-feira, pela manhã. O socialista garantiu que o processo será tocado de maneira tranquila em parceria com o governador João Lyra Neto (PSB). A principal preocupação do socialista é com as ações de continuidade da administração estadual. O início do ano letivo é uma das prioridades levantadas pelo gestor. O tom do ato foi de compromisso com o legado do ex-governador Eduardo Campos.
“É um governo de continuidade, um governo que vai manter a forma que Eduardo Campos governou e temos que estar preparados para não ter nenhum tipo de descontinuidade. Então, vamos ter que estar preparados para trocar informações, vamos fazer reuniões nos preparando para os primeiros dias de governo”, avaliou.
Paulo Câmara também sinalizou que haverá mudanças no organograma estadual, que serão anunciadas em dezembro junto com os nomes dos novos secretários estaduais. “Vamos, durante a transição, pensar na reestruturação do Estado e quais secretarias permanecem, quais vão deixar de existir, quais vão ser juntadas. É um período de definir estruturas e fazer esses ajustes”, avaliou. O governador João Lyra Neto ficou de definir ainda hoje a sua equipe de transição.
No evento de inauguração estavam presentes o governador eleito, Paulo Câmara, e o vice-governador eleito, Raul Henry, que será o coordenador-geral da transição. Além da coordenação-geral de Henry, a equipe de transição também contará pela parte de Câmara com Renato Thièbaut e Cecília Wanderley.

Hoje é dia de Debater DESEMPREGO, JUROS e SALÁRIOS!!!


Enquanto no governo FHC chegamos a ALARMANTES 20% de desemprego, atualmente temos a taxa de desemprego em torno de 5% ( a MAIS BAIXA de nossa História). Chegamos a ter no governo FHC o SEGUNDO MAIOR DESEMPREGO DO MUNDO!!!
No tocante a JUROS, o governo FHC chegou a praticar juros de 45%, chegando nos Bancos a ABSURDOS 79%. Naquela época, vc comprava uma geladeira (se o salário arrochado lhe permitisse é claro), e pagava por umas 10. Atualmente, temos uma taxa em torno dos 10%.
Por fim, os salários na década de 90 (incluindo o período FHC), somente em São Paulo tiveram uma perda real de 20%. Diferentemente, no atual período, o salário real cresceu, especialmente o SALÁRIO Mínimo.
Vamos ao BOM DEBATE!!

Blog sugere ligação entre Álvaro Dias e Youssef

Do blog do Esmael - Um dos parlamentares do PSDB de Londrina, região Norte do Paraná, teria recebido propina do esquema do doleiro londrinense Alberto Youssef, preso desde março na Operação Lava Jato da Polícia Federal.
A revelação acima é do empresário Leonardo Meirelles, braço direito do doleiro, em depoimento à Justiça Federal. Ele é acusado de fazer remessas ilegais de recursos para o exterior, conforme seu advogado Haroldo Nater. A informação é da Folha de S. Paulo (clique aqui).
A cidade de Londrina possui dois parlamentares do PSDB: o senador Álvaro Dias e deputado federal Luiz Carlos Hauly. Alvaro é antigo conhecido do doleiro, pois, em 1998, o tucano voou nas asas de um jatinho de Youssef. O serviço teria sido pago pela Prefeitura de Maringá (clique aqui).
Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa mantinha relações umbilicais com Janene.
Na eleição municipal de 2004, Hauly teria “negociado” para ficar neutro no segundo turno entre Nedson Micheleti (PT) e Antônio Belinati (PP). Na época, o então deputado José Janene (PP), já falecido, denunciara na imprensa que a posição do tucano custou R$ 500 mil. A suspeita também foi registrada pela Folha de São Paulo em 2006 (clique aqui).
Na semana passada, o doleiro declinou o nome do ex-presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), morto este ano, pelo recebimento de propina da Petrobras. A grana seria para “esvaziar” uma CPI no ano de 2009 (clique aqui).

Lula cita nomes de jornalistas que só atacam Dilma



Dilma reclama de mentiras

De O Globo - Germano Oliveira 

A Dilma Rousseff participou ao lado de Lula, de comício em Itaquera, na Zona Leste da cidade - Michel Filho / Agência O Globo
 
Em evento de campanha ao lado da presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou nesta segunda-feira a atacar a imprensa. Desta vez, porém, foi além da crítica institucional e citou os nomes de jornalistas: Miriam Leitão, que trabalha no GLOBO, na TV Globo e na Globonews, e William Bonner, apresentador do “Jornal Nacional” :
— Daqui para frente é a Miriam Leitão falando mal da Dilma na televisão, e a gente falando bem dela (Dilma) na periferia. É o (William) Bonner falando mal dela no “Jornal Nacional”, e a gente falando bem dela em casa. Agora somos nós contra eles.
Ouvida, a TV Globo disse que seus jornalistas não falam mal de ninguém, mas apenas cumprem a sua obrigação de perguntar e noticiar fatos.
 
OBS: Com a palavra o leitor será só isso que a Globo faz diariamente?

Equipe de Dilma espera 10 mil militantes no Recife, nesta terça

Do blog de jamildo 
O ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff (PT) participam de agenda em Pernambuco nesta terça-feira (21).
Os dois chegam ao Estado por volta das 13 horas e seguem para o município de Goiana, na Zona da Mata. O primeiro compromisso de Lula e Dilma é uma visita à fábrica da Fiat.
De lá, seguem para um comício no Centro da cidade com representantes de movimentos sociais e entidades sindicais, como a CUT e a Fetape. A visita a Fiat está prevista para as 13h30. Depois, às 14h30, haverá um comício em Goiana, na Rua Nunes Machado, no Centro de Goiana.
Às 17 horas, eles participam de caminhada no Recife. A concentração será no Parque 13 de Maio. De lá a caminhada segue para a Rua do Hospício, depois pegará a Avenida Conde da Boa Vista,  Avenida Guararapes, Dantas Barreto e será encerrado no Pátio do Livramento.
A expectativa da organização deve atrair mais de 10 mil pessoas.
“A vinda dos dois num momento tão importante da campanha mostra o comprometimento de Lula e Dilma com Pernambuco e com o Nordeste, que, aliás, não é de hoje. Foi por decisão do ex-presidente Lula que saiu a Medida Provisória que garantiu a instalação da fábrica em nosso Estado. Quem foi em Goiana recentemente sabe: a fábrica está mudando a realidade local. E vai gerar 15 mil empregos diretos e indiretos. Além disso, tem muitas outras ações que vieram por decisão dos governos do PT. Foi assim com a Hemobras, o Estaleiro e a Refinaria”, diz o senador Humberto Costa, coordenador da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff, em Pernambuco.

Dizer que Dilma retalia Pernambuco é ridículo e pessoas deveriam ser gratas, afirma Humberto


Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Dilma Rousseff e Lula visitam o Recife nesta terça-feira (21). Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Líder do PT no Senado e coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) em Pernambuco, o senador Humberto Costa classificou como ridícula a tese de que a petista estaria retaliando o Estado pelo fato de o PSB ter deixado a base do governo para lançar a candidatura do ex-governador Eduardo Campos, falecido em agosto. Humberto ainda cobrou gratidão pelas ações realizadas pelas gestões do PT em Pernambuco.
“Isso é ridículo. Esse tipo de colocação é ridícula. Eu lamento que Pernambuco esteja voltando para esse tempo de querer transformar determinadas questões em questões político-eleitorais”, afirmou durante um ato do PT nessa segunda-feira (20).
“Deveriam, na verdade, eram ser agradecidos em Pernambuco, por tudo o que foi feito. Essa semana, a maior obra da história do Nordeste vai começar efetivamente a funcionar, que é a Transposição”, disse o petista.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Vereadora solicita Patrulha Maria da Penha para Garanhuns‏

Infelizmente os tempos atuais são caracterizados por constantes
situações em que a sociedade é obrigada a presenciar humilhações e
agressões físicas e morais contra as mulheres nas mais diferentes
camadas sociais. Muitas vezes, tais agressões decorrentes do uso
abusivo de álcool, drogas ou da mera supremacia física são realizadas
dentro dos próprios lares, na presença de filhos e familiares.
 
Neste sentido, para proporcionar um acompanhamento aproximado da
situação familiar em que vive tanto a vitima das agressões, quanto os
seus eventuais dependentes que venham a compartilhar o mesmo teto:
filhos, pais etc... foi que a vereadora Nelma Carvalho (PR), solicitou
através de requerimento endereçado a Secretaria da Mulher de
Garanhuns, que seja implantada no nosso município a Patrulha Maria da
Penha.
 
A parlamentar destaca o excelente trabalho realizado pela coordenadora
da mulher, Eliane Simões, que junto com o Governo Municipal, tem como
premissa, o desafio de garantir a implantação de políticas para as
mulheres, que possam contribuir com o processo de fortalecimento da
autonomia pessoal e financeira da mulher e a superação das desigualdades.
 
A Patrulha Maria da Penha faz parte do Programa Justiça para as
Mulheres: agora e sempre, lançado no ano passado pelo governo do
estado e solicitado pela vereadora para ser implantado aqui em
Garanhuns, como sendo uma das estratégias de reforço ao Plano Estadual
para Punir, Prevenir e Erradicar a Violência contra as Mulheres.

2ª Feicon Batimat Nordeste começa nesta quarta-feira, 22/10



O maior salão da construção civil do Nordeste deve movimentar R$ 100 milhões em negócios com a atração de cerca de 150 marcas nacionais e internacionais. Inscrições gratuitas pelo site do evento: www.feiconne.com.br


Recife, outubro de 2014 – Começa nesta quarta-feira, 22/10, e vai até sexta, 24/10, das 16h às 22h, a versão regional do maior e mais qualificado salão de construção civil do Nordeste no Centro de Convenções de Pernambuco. A 2ª FeiconBatimat Nordeste espera cerca de R$100 milhões em negócios e atrair para Recife marcas nacionais e internacionais do setor, além de visitantes dos nove estados da região, se consagrando como uma grande oportunidade para fazer negócios, expandir mercados, conhecer fornecedores, lançamentos e tendências do segmento.

O Nordeste é hoje a segunda região brasileira que mais atrai investimentos no setor da construção civil e se destaca também pela procura significativa de produtos para decoração e acabamento, segmento que obteve um crescimento no Brasil de 8% em 2013, com relação ao ano anterior. O Nordeste também apresentou crescimento de 8% nos últimos seis anos, com relação a abertura de lojas de ferragens, materiais elétrico e de pintura, segundo dados da Anamaco - Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção.

A cerimônia de abertura oficial do evento será realizada as 19h no auditório da Rua F, na presença dos diretores da Reed ExhibitionsAlcantara Machado, realizado da feira, expositores e convidados.Nesta segunda edição, a FeiconBatimat Nordeste 2014 deverá reunir mais de 150 marcas em uma área de 7 mil m². São esperados 9 milvisitantes e compradores altamente qualificados, com público formado basicamente por Arquitetos, Compradores do setor da construção, Construtor, Designer de Interior, Distribuidor, Engenheiro, Incorporador, Lojista, entre outros.

Programação traz conteúdo sobre tendências do setor

Além da exposição no Pavilhão de Feiras, o evento abre espaço para discussão e estudos dos principais temas da construção civil com a realização de palestras e seminários. Na programação estão confirmados a Conferência Projeto Prédios Eficientes, que será realizada no dia 22/10, das 13 às 17h, o Seminário Material de Construção, realizado pela ACOMAC PE e ANAMACO com palestras nos dias 23 e 24/10, e as palestras do IAB - Instituto de Arquitetos do Brasil, entre os dias 22 a 24/10.

Na quinta-feira, dia 23, será realizado o Conexão Nordeste - encontro de negócios do setor das 16h30 às 18h30. Neste mesmo dia acontecem as Visitas Técnicas para a Arena Pernambuco, com foco em negócios.


Decor Prime Show reúne ambientes temáticos com arquitetos renomados

Em sua segunda edição, o Decor Prime Show privilegia o segmento de arquitetura, decoração e design, reunindo em um mesmo espaço as tendências em mobiliário, objetos e projetos assinados por grandes nomes do mercado pernambucano, além das principais marcas do setor. Neste ano, o showroom, com os mais variados segmentos, trará o conceito de dez reconhecidas lojas.

A mostra tem projeto de criação e curadoria da jornalista e produtora Carla Guerra, além dos mais importantes e renomados arquitetos da região, como Conceição Ledo, Josemar Costa Jr, Andréa Danzi, entre outros. Será montada em um espaço de mil metros quadrados. Repetindo o sucesso da edição anterior, a versão 2014 terá dez ambientes projetados por grandes nomes da arquitetura e design, sendo Varanda, com área de garagem; Sala íntima / jogos; Quarto de solteiro; Quarto de solteiro feminino com closet; Suíte do Casal com banheiro;HomeTheater; Sala de Estar; Sala de Jantar; LoungeClassCasa  e Vitrine de Tendências.As novidades nos espaços é a ampliação de alguns projetos como o closet no Quarto Feminino, a área para garagem na Varanda e o banheiro na Suíte do Casal.


Na reta final da campanha, Dilma e Lula fortalecem diálogo com pernambucanos‏

Os pernambucanos  terão encontro, nesta terça-feira (21), última antes do 2º turno das Eleições de 2014, com a candidata à reeleição para a presidência da República,  Dilma Rousseff, e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  A visita ao estado terá dois momentos de contato direto com a população: no início da tarde, em Goiana, e,  por volta das 16h,  no Recife.

De acordo com a agenda oficial, Dilma e Lula farão uma visita à Fábrica da Fiat, entre 13h e 14h. De lá, seguirão para a Avenida Nunes Machado (Rua da Baixinha), no Centro de Goiana, onde conversarão com trabalhadores e trabalhadoras rurais e urbanos sobre a temática do Desenvolvimento Regional.

Eles deverão chegar à capital pernambucana, no meio da tarde,  para participar da Caminhada Coração Valente,  que tem concentração no Parque 13 de Maio, próximo à Câmara de Vereadores, às 16h. De lá. Dilma e Lula seguirão até a Pracinha do Diário, onde está previsto um Ato público.

Em Petrolina – Também nesta terça-feira, agricultores e agricultoras familiares de todo o Semiárido vão ocupar as ruas de Juazeiro (BA) em defesa do projeto de convivência e para expressar as conquistas e lutas dos povos do Semiárido.  O ato público, que pretende reunir cerca de 30 mil pessoas vindas de Minas Gerais e dos nove estados do Nordeste, terá concentração na orla nova de Juazeiro, a partir das 7 horas.

Em carta divulgada na semana passada “Pelas vidas e dignidade no Semiárido, apoiamos Dilma”, a Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA) atribui ao projeto de convivência construído pela sociedade civil organizada com atuação no Semiárido o impacto da última seca vivenciada na região (2010 a 2013). Apesar de ter sido considerada a pior dos últimos 30 anos – em alguns lugares, dos últimos 60 anos – não causou nenhuma morte humana. “Esse resultado, a ASA credita à sua própria ação e aos programas e políticas governamentais dirigidos ao Semiárido, entre os quais se pode enumerar: Bolsa Família, Bolsa Estiagem, Seguro Safra, Cisternas de Consumo Humano, Cisternas e Tecnologias Sociais para captação de água para produção”, diz um trecho da carta.