domingo, 20 de julho de 2014

Denúncia (fraca) da Folha contra Aécio prenuncia ofensiva contra Dilma

Eduardo Guimarães
EDUARDO GUIMARÃES 
Sempre que esse jornal publica alguma coisa contra um tucano graúdo, o objetivo é ganhar credibilidade para, em seguida, atacar um petista. Principalmente se for ano eleitoral
Não se deixe iludir pela inédita denúncia da Folha contra Aécio Neves. Sempre que esse jornal publica alguma coisa contra um tucano graúdo – e, em 2014, o neto de Tancredo Neves é o tucano mais graúdo da praça –, o objetivo é ganhar credibilidade para, em seguida, atacar um petista. Principalmente se for ano eleitoral.
Há inúmeros episódios iguais, na Folha. De forma recorrente, toda vez que esse jornal divulga denúncias (invariavelmente fracas, apesar de existirem outras mais fortes) contra tucanos é para preparar ataque pesado contra petistas.
Para que se tenha uma ideia, após mais de um ano de artilharia incessante e diária contra Dilma finalmente aparece em um veículo de alcance nacional denúncia vistosa contra um político que, durante seus governos de Minas Gerais, sofreu toneladas de denúncias da oposição, as quais a mídia mineira e a nacional esconderam e escondem descaradamente.
Um grupo de deputados mineiros de oposição, aliás, criou o site “Minas Sem Censura” para repercutir tudo o que a mídia local esconde para defender o “coronel” Aécio Neves, eminência parda que governa o Estado com mão de ferro e criminaliza adversários políticos, chegando a mandar prendê-los simplesmente por lhe fazerem críticas, com o beneplácito do judiciário e da imprensa.
Nunca faltou denúncia contra Aécio Neves. O site supracitado publicou dezenas. Houve investigações no Ministério Público, na Justiça, mas nada nunca alcançou a grande mídia nacional, o que permitiu à mídia mineira esconder tudo.
Nesse contexto, a manchete de primeira página da última edição dominical da Folha de São Paulo contra Aécio Neves deve seguir o roteiro de outras oportunidades em que aquele jornal fez uma denúncia “fraca” contra um tucano para que denúncia “forte” contra petista ganhasse credibilidade.

Dilma vem a Pernabuco reforçar palanque de Armando



Segundo Ilimar Franco, na coluna do jornal O Globo deste domingo,o comando da campanha da presidente Dilma decidiu que ela começará a percorrer o país pelos estados com palanque único, com Armando Monteiro, em Pernambuco, e Fernando Pimentel. em Minas Gerais. Nos estados com vários candidatos da base ela vai esperar a definição do quadro eleitoral. O Rio é um dos estados que deve ficar para depois. As informações são de
Ela vai dar a largada percorrendo os menores, como Acre, Amapá e Roraima. Pois, se deixar para a reta final, a necessidade política poderá excluí-los da agenda.

Netanyahu amplia massacre e mata mais 50 palestinos

GAZA/JERUSALÉM (Reuters) - Ao menos 50 palestinos foram mortos neste domingo em um bombardeio feito por Israel em uma localidade da Faixa de Gaza, onde corpos estavam espalhados pela rua, enquanto milhares de pessoas fugiam para um hospital repleto de feridos, disseram testemunhas e fontes sanitárias.
O ataque à localidade de Shejaia ao noroeste de Gaza foi o mais intenso desde que Israel lançou sua ofensiva no território palestino em 8 de julho.
Angustiados gritos de procura por pessoas ressoavam na recepção do hospital, onde vizinhos aterrorizados se reuniam com grupos familiares, enquanto os feridos se amontoavam no interior do prédio.
A gravação de um vídeo de ruas cheias de escombros feita por uma testemunha e à qual a Reuters teve acesso mostra ao menos uma dezena de corpos mutilados, incluindo de crianças.
(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

Ativistas presos iam incendiar a Câmara do Rio



Após ser presa no RS, Sininho embarcou para o Rio de Janeiro na tarde de sábado (Foto: Reprodução/RBS TV)
Elisa Quadros, conhecida como Sininho, é apontada em denúncia como organizadora de protestos violentos. (Foto: Reprodução/RBS TV)
Portal G - Henrique Coelho
Denúncia do Ministério Público contra 23 manifestantes acusados de atos violentos em protestos no Rio de Janeiro afirma que os réus, comandados por Elisa Quadros, a Sininho, se reuniram com o objetivo de incendiar o prédio da Câmara Municipal, na ocupação conhecida como Ocupa Câmara, em agosto de 2013.
De acordo com a denúncia, a que o G1 teve acesso e que foi aceita pela Justiça, tornando réus em ação penal os 23 citados, os ativistas cometeram crimes de associação criminosa, com pena maior por participação de menores, dano qualificado, resistência, lesões corporais, posse de artefatos explosivos e corrupção de menores.
Segundo a Promotoria, Sininho, além de ter incitado os ocupantes do Ocupa Câmara e Black Blocs a queimar um ônibus nos protestos, teria comandado manifestantes a levarem três galões de gasolina para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro e incitado os ocupantes a incendiar o prédio. Segundo testemunhas ouvidas nas investigações, outros participantes impediram o incêndio.
Cinco denunciados foram presos no sábado (12), dois ativistas que não foram incluídos na denúncia foram soltos neste sábado, e outros 18 estão foragidos, segundo a Polícia Civil.

Minas fez aeroporto em fazenda da familia de Aécio



Aecio Neves 

O Jornal afirma que para pousar no aeroporto é preciso pedir autorização a familiares de Aécio

No final de seu mandato como governador do Estado, Aécio gastou quase R$ 14 milhões no empreendimento

 Do portal Terra

De acordo com a publicação, o aeroporto é administrado por familiares de Aécio. A família de Múcio Guimarães Tolentino, 88 anos, que é tio-avô do tucano e ex-prefeito de Cláudio, guarda as chaves do portão do local. 
Segundo a publicação, a pista do aeroporto tem um quilômetro e pode receber aeronaves de pequeno e médio porte, com até 50 passageiros. Sem funcionários, o local é considerado irregular pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que afirmou que ainda não recebeu do governo estadual todos os documentos necessários para a homologação do aeroporto.
Ao jornal, Aécio afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a construção do aeroporto seguiu critérios técnicos, e que o governo de Minas Gerais não levou em consideração o fato de o proprietário do terreno ter parentesco com ele.
Leia aqui reportagem na íntegra

sábado, 19 de julho de 2014

Premiê turco: Israel “ultrapassa Hitler em barbarismo”

Por Gulsen Solaker e Jonny Hogg
ANCARA (Reuters) - O premiê turco, Tayyip Erdogan, acusou Israel neste sábado de ter “ultrapassado Hitler em barbarismo” com os ataques à Faixa de Gaza, mas alertou aos turcos para não descontarem sua indignação sobre a comunidade judaica do país.
Erdogan voltou a subir o tom de sua retórica contra a ofensiva do Estado Judeu, que ameaça prejudicar ainda mais as já abaladas relações entre os dois países, antigos aliados regionais.
Horas antes, Israel havia aconselhado seus cidadãos a não viajarem para a Turquia, por causa do que chamou “humor do público”, após as missões diplomáticas israelenses serem atacadas em Istambul e Ancara durante protestos realizados na sexta-feira contra a ofensiva em Gaza.
Autoridades palestinas disseram que mais de 330 pessoas morreram em decorrência dos ataques de Israel, realizados em resposta aos mísseis lançados contra o território israelense por militantes leais ao grupo islamita Hamas.
“(Os israelenses) não têm nenhuma consciência, nenhuma honra, nenhuma dignidade. Os que condenam Hitler dia e noite ultrapassaram Hitler em barbarismo”, disse Erdogan a simpatizantes em um comício na cidade de Ordu, às margens do Mar Negro.
Ele acusou os Estados Unidos de defenderem as táticas “desproporcionais” de Israel, e lamentou o fracasso do mundo muçulmano em assumir uma postura mais forte.
Mas Erdogan alertou seus apoiadores a não expressarem sua indignação descontando-a sobre a população judaica turca. “Por quê? Eles são cidadãos deste país”, disse o premiê. Cerca de 17 mil judeus vivem na Turquia.
(Edição de Alexandre Caverni)

Eduardo :Ele sairá da eleição maior ou menor do que entrou?

247 - Dias atrás, o ex-governador pernambucano Eduardo Campos fez uma revelação. Disse que o PT ofereceu a ele o apoio na sucessão presidencial de 2018, caso ele desistisse de concorrer em 2014. A oferta era real. Um dos mais ardorosos defensores dessa ideia era o governador baiano Jaques Wagner, que avaliava que, após quatro mandatos consecutivos do PT na presidência da República (contando, é claro, com a reeleição da presidente Dilma Rousseff), seria o momento de renovar a aliança de centro-esquerda que vem governando o País desde 2003.
Campos, naturalmente, não aceitou. Lançou-se à presidência da República, rompendo a aliança histórica com o PT, e obteve o apoio da ex-senadora Marina Silva. Até agora, no entanto, os resultados têm sido muito pouco animadores. Na última pesquisa Datafolha, ele obteve apenas 8% das intenções de voto. No levantamento Istoé Sensus, ficou abaixo disso, registrando apenas 7,2%. Com isso, cristaliza-se a ideia de que o segundo turno, se houver, será mesmo, novamente, entre PT e PSDB, com a disputa envolvendo a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves.
O ex-governador de Pernambuco vem tendo um desempenho tão fraco que, ontem, ao promover uma caminhada em São Paulo, foi tido praticamente como um anônimo. Alguns o confundiram com o ex-prefeito Gilberto Kassab. Outros o chamaram de Aécio Campos, como se ele fosse uma espécie de genérico do candidato do PSDB (leia aqui).
Para piorar, a situação no seu estado de origem é delicada. Sua prima, a vereadora Marília Arraes declarou voto na presidente Dilma. "Não acho que a candidatura de Eduardo seja o melhor para o País", afirmou (leia aqui). É um raciocínio que vai na mesma linha do que já foi apontado pelo senador Armando Monteiro (PTB-PE), que, aliado ao PT, lidera as pesquisas para o governo de Pernambuco, com mais de 40% das intenções de voto. "Muitos pernambucanos percebem que ele se lançou a um projeto pessoal e não tomou a melhor decisão para os interesses do povo pernambucano", diz ele. Em Pernambuco, o candidato de Campos, Paulo Câmara, também patina nas pesquisas, assim como seu padrinho político.
Diante desse cenário, a questão que se coloca é clara: Eduardo Campos sairá da disputa presidencial de 2014 maior ou menor do que entrou? Antes da disputa, o PSB tinha, além de Pernambuco, o governo do Ceará. Como os irmãos Gomes se rebelaram contra a candidatura Campos, ambos migraram para o Pros. Além disso, o partido também controlava importantes ministérios, como a Integração Nacional.
O ex-governador pernambucano não terá muito espaço num eventual segundo governo Dilma, não será o aliado preferencial de Aécio Neves e ainda corre o risco de perder seus principais governos estaduais. Sem o contar o fato de que ele próprio, caso não protagonize uma espetacular arrancada nas pesquisas, ficará sem mandato, quando tinha uma eleição garantida para o Senado.

Massacre israelense já matou mais de 300 em Gaza

GAZA/JERUSALÉM (Reuters) - Soldados israelenses em tanques e tratores ocuparam a parte leste da fronteira com a Faixa de Gaza neste sábado, e oficiais palestinos disseram que os ataques militares deixaram mais de 300 mortos, a maioria civis.
Israel fez na quinta-feira um ataque terrestre, naval e por ar na região, após 10 dias de combates.
Militares disseram que os engenheiros estavam concentrados em uma zona neutra efetiva de 2,5 quilômetros, tentando destruir túneis cavados por militantes do grupo islamista Hamás após o último grande enfrentando ocorrido em 2012.
Os oficiais palestinos disseram que pelo menos 325 palestinos, incluindo 70 crianças, foram mortos na ofensiva feita por Israel em 12 dias de conflito. Do lado de Israel, um soldado e dois civis foram mortos.
A escalada das hostilidades tem ocorrido após o sequestro e assassinato, no mês passado, de três estudantes seminaristas judeus em incidente que Israel responsabiliza o Hamás.
(Texto de Louise Ireland)

Campanha em PE: Paulo X Armando

A campanha política está começando para valer e o corpo a corpo dos candidatos a governador de PE num sábado pela manhã no interior, tem que ser em feira livre. E é exatamente isso que os dois principais candidatos ao Governo do Estado farão. Depois de dois fins de semana em banho-maria, por causa da Copa do Mundo, Armando Monteiro Neto (PTB) e Paulo Câmara (PSB) cumprem extensa agenda nos próximos dois dias, com eventos principalmente no interior do Estado.
Depois de se licenciar do Senado, o candidato da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro Neto (PTB), começa o dia, neste sábado, com visitas às feiras livres de Timbaúba, às 8h, e Macaparana, às 10h, ambos na Mata Norte.
Depois, ele participa, no Recife, de uma reunião com a Juventude do PDT, partido do seu vice, Paulo Rubem. No domingo, Armando segue pela manhã para o município de Sirinhaém, na Mata Sul, onde participa de encontro com lideranças locais.
Já o nome da Frente Popular ao Governo, Paulo Câmara, começa o sábado em uma das maiores feiras ao ar livre do País, Caruaru. Às 11h, a comitiva inaugura o comitê regional do Agreste, junto com o governador João Lyra Neto (PSB).
À tarde, às 14h, Câmara participa de dois eventos ao lado do candidato do PSB à Presidência da República, o ex-governador Eduardo Campos. Ambos farão uma carreata em Escada. Mais tarde, às 17h, farão comício em Palmares. No domingo, Câmara cumpre agenda em Caruaru, Agrestina e Recife

Dilma alerta empresários contra profecias negativas

247 – Durante a posse da nova diretoria da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), a presidente Dilma Rousseff voltou a alertar o setor contra "profecias negativas".
“O Brasil tem sido afetado por cenários de grande incerteza, que tem causado taxas menores de crescimento que em períodos anteriores. Mas mesmo assim, todas positivas. A pior opção para crise ou a maior dificuldade em qualquer ramo de atividade é o pessimismo, criado por dois motivos interligados e extremamente perigosos. O primeiro deles é a influência das expectativas negativas num mundo globalizado, que bloqueiam soluções. A segunda é a tentação de forçar as profecias mais negativas possíveis em regime pré-eleitoral”, disse.
Segundo Dilma, os indicadores atuais apresentam “muito mais robustez do que há 12 anos”, em referência ao governo do presidente tucano FHC. Disse que, em 15 anos de regime de metas de inflação, adotado em 1999, o resultado “estourou” o teto em apenas três anos. “E não foram no meu governo e nem do governo do (ex) presidente Lula”, afirmou. 
Ela destacou ainda motivos para empresários se manterem otimistas e confiantes no aquecimento da indústria e retomada do crescimento, como o conjunto de estímulos, já anunciados, para reduzir custos de produção em curto prazo, dando mais força à indústria.
Segundo Dilma, o desenvolvimento sustentável do Brasil só será possível com indústria forte e pujante. “Temos mobilizado todos os instrumentos para preservar nosso crescimento, e principalmente, para garantir a continuidade da criação de empregos para os brasileiros. Perseguimos este objetivo, sem abdicar, um só instante, da robustez dos fundamentos macroeconômicos.(…) O Brasil, nesse momento, é um dos seis países do G-20 que registram superávit primário nas suas contas, junto com Arábia Saudita, a Itália, Alemanha, Turquia e a Coreia do Sul. Os demais não registram superávit primário”, afirmou.

Petrobras chega a 2 milhões de barris por dia no Brasil

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras produziu média de 2,008 milhões de barris de petróleo por dia (bpd) no Brasil em junho, alta de 1,5 por cento em relação ao mesmo mês do ano passado e de 1,7 por cento ante maio, informou a estatal nesta sexta-feira.
A empresa não registrava média de produção mensal acima de 2 milhões de bpd desde dezembro de 2012, quando produziu 2,03 milhões de bpd. Apesar do aumento recente da produção do pré-sal, campos maduros da estatal declinaram.
A companhia tem metas ambiciosas para 2014, de elevar a produção de petróleo ao final do ano em 7,5 por cento ante 2013, à medida que novas áreas, especialmente do pré-sal, entram em operação. Mas no segundo trimestre a extração no país cresceu em média 2,1 por cento, segundo cálculos da Reuters com base em números da empresa, o que coloca desafios para a estatal.
Já a produção de gás da Petrobras, em junho, atingiu média diária de 66,4 milhões metros cúbicos, um recorde mensal, com avanço de 4,7 por cento em relação a junho de 2013 e alta de 1,5 por cento frente maio.
Somando a produção de petróleo e gás no Brasil, que responde por grande parte da extração da empresa, a Petrobras produziu 2,42 milhões de barris de óleo equivalente por dia, alta de 1,6 por cento em relação ao mês anterior.
"O crescimento da produção decorreu, principalmente, do aumento do volume produzido pela plataforma P-62, que começou a operar em maio no campo de Roncador (Bacia de Campos)", disse a companhia, que garantiu em nota que novos sistemas e outros que ainda entrarão em 2014 devem contribuir para o crescimento da produção conforme o previsto no Plano de Negócios 2014-2018.
Outra contribuição para a alta da produção em junho veio da entrada em operação, também em maio, de um novo poço ligado à plataforma P-48, no campo de Caratinga, no pré-sal da Bacia de Campos.
Além disso, a plataforma P-51, no campo de Marlim Sul, também em Campos, voltou a operar após parada programada paramanutenção. A empresa também iniciou Teste de Longa Duração (TLD) na área de Iara Oeste, na Bacia de Santos.
No pré-sal, a Petrobras informou que a produção média atingiu 477 mil bpd em junho, com alta de 6,7 por centro em relação a maio. Esse volume inclui a parte operada pela estatal para seus parceiros.
A empresa ponderou ainda que, de acordo com o planejado, em junho foram executadas paradas programadas para manutenção em algumas plataformas, o que resultou na interrupção temporária de 19 mil bpd na produção média do mês.
(Por Marta Nogueira)

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Cerca de 100 especialistas em HIV estavam em avião da Malásia

Por Sonali Paul e Kate Kelland
MELBOURNE/LONDRES (Reuters) - O universo da pesquisa contra a Aids estava em estado de choque nesta sexta-feira pelo fato de que dezenas de destacados especialistas na área podem ter morrido a bordo do avião que foi derrubado na Ucrânia, provocando um duro golpe nas esperanças de uma cura para a doença. Algumas mortes já foram confirmadas.
Entre eles estava Joep Lange, que pesquisava a doença havia mais de 30 anos e era considerado um das maiores autoridades na área, admirado por sua defesa incansável da garantia do acesso barato a drogas de combate à Aids em países pobres.
"Ele é um dos ícones de toda esse campo de pesquisa. Sua perda é imensa", disse Richard Boyd, professor de imunologia na Universidade Monash, de Melbourne, à Reuters.
Estima-se que até 100 pessoas que iam para uma conferência anual sobre Aids em Melbourne se encontravam no voo, noticiou a Fairfax Media, entre eles Lange, ex-presidente da Sociedade Internacional de Aids (SAI), responsável pelo evento.
"A cura da Aids poderia estar à bordo daquele avião, simplesmente não sabemos", disse Trevor Stratton, um consultor sobre Aids que já se encontrava em Sydney para um pré-evento, à rede Australia Broadcasting Corp.
A conferência, marcada para começar no domingo, tem entre os principais palestrantes deste ano o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton e são esperados mais de 12 mil participantes.
A SAI ainda trabalhava com as autoridades responsáveis para confirmar o número de conferencistas a bordo do avião.
"Em reconhecimento à dedicação de nossos colegas na luta contra o HIV/Aids, a conferência vai continuar como planejado e vai incluir oportunidades para refletirmos e nos lembrarmos daqueles que perdemos", disse a entidade em comunicado.
(Reportagem adicional de Jane Wardell e Lincoln Feast)

Sete bancos substitem caixas eletrônicos por 24 horas

Kelly Oliveira - Repórter da Agência Brasil 
Caixas eletrônicos de sete bancos que ficam fora de agências bancárias serão substituídos por terminais de autoatendimento da Rede Banco 24 horas. Em comunicado ao mercado, o Banco do Brasil (BB), em conjunto com Bradesco, Caixa, Citibank, HSBC, Itaú Unibanco e Santander, informa que assinou acordo de acionistas com a empresa Tecnologia Bancária Tecban, responsável pelos terminais.
Segundo o comunicado, o acordo prevê que em até quatro anos, condicionado à aprovação de órgãos reguladores, uma parcela dos terminais de autoatendimento desses bancos, situados fora das agências bancárias ou em locais cujo acesso não seja restrito, exclusivo ou controlado, deverão ser substituídos pelos caixas da Rede Banco 24 horas.
Para o BB, a parceria gera "aumento de eficiência, maior qualidade e capilaridade de atendimento a seus clientes"

Lóssio pode antecipar volta

Por Anderson Bandeira
Da Folha de Pernambuco
A primeira-dama de Petrolina, Andréa Lóssio, resolveu ontem expressar sua preocupação sobre a crise instalada na prefeitura, após o prefeito interino, Osório Siqueira (PSB), ter demitido dois secretários, causando o pedido de demissão em massa dos demais auxiliares. Nas redes sociais, Andréa se disse preocupada com “a instabilidade gerada comas demissões” e deu mostras de que o prefeito Julio Lóssio (PMDB) está prestes a voltar ao comando da prefeitura.
“Acabo de antecipar uma revisão de Julio na esperança que o médico o libere para acompanhamento em Petrolina, sob a supervisão do Dr. José Carlos de Moura e, assim, podermos restabelecer as rotinas administrativas e a paz política da nossa Petrolina. Eu e toda a família queríamos muito que Julio pudesse ter sua recuperação longe dos compromissos de trabalho e das preocupações decorrentes do cargo que ocupa. No entanto, acima de tudo, temos um compromisso com Petrolina e com o seu povo e achamos que essa seja a melhor atitude a ser tomada diante dos últimos acontecimentos”, disse a primeira-dama em seu Facebook, ontem.
O peemedebista continua internado em São Paulo, onde se recupera do segundo AVC. Ainda ontem, o prefeito Osório Siqueira afirmou que aguardará que a equipe de Lóssio volte atrás e retorne ao trabalho até os últimos instantes. No entanto, um vereador da cidade afirmou ao Blog do Carlos Britto que Osório não estaria tão disposto a esperar muito pela resposta e pode anunciar sua equipe “o mais breve possível”.

Marília Arraes: adere a candidatura de Armando Monteiro

 

A vereadora do Recife Marília Arraes (PSB) disse não ter medo de eventual retaliação do partido por ter anunciado apoio ao senador Armando Monteiro Neto (PTB), candidato ao Governo do Estado, pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe. “Não tenho medo de cara feia”, disse a parlamentar, se “o partido tomar atitude ditatorial de me tirar…”. Segundo a pessebista, as suas críticas são direcionadas à condução do processo de escolha do candidato, além da falta de diálogo dentro da legenda. As declarações foram dadas durante coletiva para a imprensa, na manhã desta sexta-feira (18), em um hotel no Pina.

Em entrevista ao programa Folha Política, da Rádio Folha FM 96,7, ela disse que acredita que o melhor projeto é o de Armando e que ela está no mesmo projeto que sempre esteve. A pessebista também criticou a escolha “biônica” do candidato da Frente Popular e negou que a sua opção tenha sido em função de interesse contrariado. Ela disse também não saber como vai se explicar à população que o petebista não é continuidade.

Além de Armando Monteiro Neto (PTB) e João Paulo (PT), Marília Arraes declarou apoio a Dilson Peixoto (PT) para deputado federal e à presidente Dilma Rousseff (PT), que busca a reeleição em 2014.
Da Folha de Pernambuco

Eleições em PE: Governador,: Armando sai na frente com 40% e Câmara tem 8%




Primeira pesquisa do Instituto Opinião, de Campina Grande, sobre a sucessão estadual, com exclusividade para o blog de Magno Martins, aponta o candidato do PTB a governador, Armando Monteiro Neto, na dianteira com 40,5% das intenções de voto, enquanto o candidato do PSB, Paulo Câmara, aparece com 8,4%.
O candidato do PSOL, Zé Gomes, tem 2,5%, Jair Pedro (PSTU) 1,6%, Miguel Anacleto (PCB) 1,1% e Pantaleão (PCO) 0.9%. Brancos e nulos somam 17,3% e 27,7% disseram que estão indecisos.
O levantamento foi a campo entre os dias 9, 10, 11 e 12 deste mês em 80 municípios do Estado, sendo aplicados dos mil questionários. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra feita em todas as regiões do Estado.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-00222/214 e no Tribunal Regional Eleitoral no PE-00009/2014. Armando lidera com folga em todas as regiões do Estado, sendo seu maior percentual no Agreste, onde aparece com 47,6% contra 7,1% de Câmara. Na Região Metropolitana, o trabalhista tem 36% contra 8,5% do socialista.
Já na Zona da Mata, Armando desponta com 47,6% contra 7,1% do adversário, no Vale do São Francisco tem 31,3% contra 10,4% de Câmara, enquanto que no Sertão aparece com 44,2% contra 13,3%. Na estratificação social da pesquisa, os maiores percentuais de Armando estão entre os eleitores com renda entre um e três salários (43,7%).
Vem em seguida os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (43%), os eleitores com grau de instrução no ensino médio (43,3%) e entre os eleitores do sexo masculino (44,5%). Os menores percentuais do trabalhista se situam entre os eleitores com grau de instrução até a 4ª série (32,7%), os jovens (37,1%) e entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (36,5%).
Já Paulo Câmara tem seus maiores percentuais de intenção de voto entre os eleitores com renda familiar acima de 10 salários (15,1%), entre os eleitores com grau de instrução superior (11,9%) e entre os eleitores na faixa etária de 16 a 24 anos (12,5%). Quanto ao sexo, Câmara tem 11% dos eleitores masculinos e 6,1% dos femininos.
Seus menores percentuais aparecem entre os eleitores com grau de instrução entre a 5ª e a 8ª séries (5,8%), entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (6,4%) e entre os eleitores na faixa etária entre 25 e 34 anos (6,5%).(Blog de magno Martins)

Eleições em PE: Senado, João lidera com 35% contra 14% de Fernando




Na corrida para o Senado, o deputado João Paulo (PT), da coligação de oposição, aparece na liderança com 35,1% das intenções de voto, seguido do candidato da Frente Popular, o ex-ministro Fernando Bezerra (PSB), que tem 14,6%. Diferentemente de Armando, que lidera em todas as regiões do Estado, João Paulo leva desvantagem para o adversário no Sertão do São Francisco e no Alto Sertão.
No São Francisco, Fernando aparece com 54,5% contra 10,4% e no Alto Sertão tem 26,5% contra 16,8%.

Já nas demais regiões do Estado, João Paulo leva nítida vantagem. Na Região Metropolitana do Recife, por exemplo, desponta com 48,4% contra 9,5% de Fernando. Na Zona da Mata, o placar é de 37,6% contra 9,1%.
E no Agreste, João tem 26,2% contra 10,1% de Fernando. Na estratificação, os maiores percentuais do petista estão entre os eleitores com grau de instrução da 5ª a 8ª séries (39,5%), entre os eleitores na faixa etária acima de 60 anos (38,8%) e entre os eleitores com renda familiar entre três e cinco salários (37,5%).
Os menores indicadores de votos de João estão entre os eleitores com grau de instrução até a 4ª série (26%), entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (31%) e entre os eleitores na faixa etária entre 45 e 59 anos (32,9%). Por sexo, o petista tem a preferência de 37,3% dos eleitores masculinos e 33,2% dos eleitores femininos.
Já o candidato do PSB, Fernando Bezerra Coelho, tem seus melhores percentuais entre os eleitores jovens, na faixa etária entre 16 a 24 anos (20,6%), entre os eleitores com grau de instrução superior (18,1%) e entre os eleitores com renda familiar entre três e cinco salários (17,1%).
Os menores indicadores estão entre os eleitores na faixa etária entre 25 e 34 anos (11,9%), entre os eleitores com renda familiar até um salário mínimo (12,3%) e entre os eleitores com grau de instrução entre a 5ª e a 8ª séries (12,1%). Por sexo, Fernando tem a preferência do eleitor masculino – 18,4% contra 11,2% do feminino.(blog do magno martins)

Eduardo e Marina: cama de solteira, por favor!



Deu na coluna de Bernardo Mello Franco, hoje na Folha de S.Paulo:
 ''Em caminhada ontem em Santo André, no ABC paulista, Marina Silva foi reconhecida por muitos transeuntes, mas poucos sabiam que ela era a candidata a vice de Eduardo Campos (PSB). Um dos poucos bem informados, o comerciante Geová Rodrigues abordou a ex-verde:
--Por que não é você a candidata a presidente?
--Não deixaram --lamentou Marina, em referência à negação de registro para a Rede Sustentabilidade.
--Mas vai ser vice do Eduardo Campos? --insistiu.
--Ele já estava lá. Ninguém chega na casa dos outros e já vai dormindo na cama de casal... --disse ela, sorrindo.''

Datafolha: Dilma mantém a dianteira com 36 %



Pesquisa Datafolha divulgada ontem pela TV Globo mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT)  lidera a disputa com 36% das intenções de voto contra 20% de Aécio Neves (PSDB),e eduardo Campos com 8 %.
Se a eleição do segundo turno fosse hoje entre Dilma e Aécio, a petista teria 44% dos votos e o tucano teria 40%. Na disputa de Dilma com Eduardo Campos (PSB), a presidente teria agora 45% contra 38% do ex-governador de Pernambuco. (De O Globo)

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Paulo Câmara promete governar fazendo Pernambuco crescer sem diferenças


poaulo
Paulo Câmara voltou a prometer avançar nas áreas como educação, segurança e infraestrutura.
“Vamos continuar a melhorar a infraestrutura. Vamos governar Pernambuco fazendo o Estado crescer por igual, sem diferenças”, afirmou Paulo Câmara, enfocando demandas da área da saúde que serão atendidas no seu futuro governo. “Construímos tantas estruturas, mas sabemos que é preciso fazer mais. Serão mais cirurgias, mais consultas, mais exames”, afirmou.
De acordo com os organizadores, cerca de 2 mil pessoas prestigiaram o evento da Frente Popular, no Baile Perfumado. O encontro contou com as presenças do prefeito Geraldo Julio (PSB), de candidatos proporcionais e de lideranças de diversos municípios da Região Metropolitana, além de representantes de cidades da Zona da Mata.
No evento, o prefeito Geraldo Julio disse que o candidato da Frente Popular está conectado com as necessidades impostas pelo momento atual, ressaltando o seu compromisso e a sua determinação de fazer Pernambuco um Estado que dialoga com o futuro.
“A Frente Popular escolheu um candidato para continuarmos avançando, para seguirmos dando as respostas às demandas de hoje e do futuro. Não apresentamos um candidato, como a oposição, que se encaixa no tempo de 50 anos atrás”, afirmou o gestor.(Do blog de jamildo)

Pernambuco tem novo senador: Douglas Cintra assume lugar de Armando


Armando Monteiro se afastou do cargo de senador par se dedicar a campanha como candidato a governador de Pernambuco e com o seu afastamentotomou posse, no plenário do Senado, o primeiro-suplente, o empresário Douglas Cintra (PTB), com atuação política em Caruaru. Douglas atua no ramo de supermercados e atacados. Eleito em 2010, Armando tem mandato até 31 de janeiro de 2019. O seu suplente ficará no exercício do cargo por 90 dias, a cerimônia de posse foi presidida pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL).




Reuters: míssil abateu Boeing com 295 pessoas

247 – Um avião de passageiros da companhia Malaysia Airlines foi abatido por um míssil na Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia, e deixou 280 passageiros e 15 tripulantes mortos, informou nesta quinta-feira a agência Interfax, citando um assessor do Ministério do Interior da Ucrânia.
O assessor disse ainda que o avião foi derrubado por um míssil lançado a partir do solo. A empresa aérea informou por meio do Twitter que perdeu contato com o voo MH17. A companhia disse que a última posição conhecida do avião era sobre o espaço aéreo ucraniano. O avião da Boeing estava voando de Amsterdã para Kuala Lumpur.
Com Reuters

Globo deve R$ 358 milhões em impostos, mostra Fisco

247 – As Organizações Globo montaram "uma intrincada engenharia", que envolveu o uso de onze empresas abertas em paraísos fiscais, para sonegar impostos a ser recolhidos em razão da compra dos direitos da transmissão exclusiva da Copa do Mundo de 2002. A empresa de João Roberto Marinho e seus dois irmãos procurou "disfarçar" essa aquisição em investimentos em participações acionárias em companhias no exterior. A conclusão está no Termo de Verificação e de Constatação Fiscal, datado de 25 de julho de 2006 e assinado pelo auditor Alberto Sodré Zile. O documento da Receita Federal foi obtido com exclusividade pelo site O Cafezinho, do jornalista Miguel do Rosário, e divulgado nesta quarta-feira 16.
Ao final do Termo, de 29 páginas, o auditor da Receita conclui que foram sonegados impostos a partir de uma base de cálculo de R$ 732,5 milhões. Os Darfs e multas correspondentes a nove operações, feitas entre maio e junho de 2002, correspondem a R$ 358 milhões. O funcionário da Receita apurou que a Globo usou nada menos que 11 empresas em paraísos fiscais no exterior para "disfarçar" a compra dos direitos da transmissão da Copa em participações em companhias estrangeiras. A operação foi qualificada como "de intrincada engenharia" pelo auditor.
O documento obtido pelo Cafezinho fala por si só. A maior dúvida é sobre se essa notícia vai sair no Jornal Nacional. Alguma chance?
Abaixo, link para a notícia de O Cafezinho:

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Prefeito de Petrolina demite secretariado de Lóssio

O prefeito em exercício de Petrolina, Osório Siqueira (PSB), aceitou, há pouco, a demissão de todo o secretariado que herdou do prefeito licenciado Júlio Lóssio, que se encontra em São Paulo em tratamento de saúde. 
Logo cedo, Siqueira havia demitido dois secretários - Júlio Lóssio Filho, de Finanças, e Nilton Matsumoto, de Ciência e Tecnologia. Em função das duas demissões, os demais auxiliares resolveram entregar também seus cargos num gesto solidário aos colegas, afastados por questões eminentemente políticas.(do blog de magno martins)

Inflação medida pelo IGP-10 cai em julho

Nielmar de Oliveira -Agência Brasil Edição: Talita Cavalcante
dinheiro
Inflação medida pelo IGP-10 fica negativa em julhoMarcello Casal / Agência Brasil
Embora tenha fechado julho negativa em 0,56%, a inflação medida pelo Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) ficou 0,11 ponto percentual maior do que a variação de junho (-0,67%). Em julho de 2013, a variação foi positiva em 0,43%. O IGP-10 é calculado com base nos preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.
Os dados do IGP-10 foram divulgados hoje (16) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas. Com o resultado de julho, a inflação acumulada no ano fechou julho em 2,26%, enquanto a acumulada nos últimos 12 meses (a taxa anualizada) passou a 5,55%.
O resultado foi puxado pela alta dos preços ao produtor, com o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), passando de -1,41% para -1,03%, alta de 0,38 ponto percentual de junho para julho. Houve forte influência na maior variação de preços do grupo bens finais, que fechou julho com taxa de variação de -0,82%, ante -1,45% de junho.
Já o índice do grupo bens intermediários registrou variação de -0,24%, também superior aos -0,35% de junho. Todos os subgrupos apresentaram aceleração, com destaque para suprimentos, cuja taxa de variação passou de -0,77% para -0,12%.
Já a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) registrou variação de 0,24%, em julho, mostrando retração de preços ante 0,39% de junho. Nesse caso, sete das oito classes de despesa componentes do índice registraram decréscimo nas taxas de variação. O principal destaque partiu do grupo habitação (de 0,58% para 0,42%).
Apresentaram decréscimo ainda as taxas de variação dos grupos educação, leitura e recreação (de 0,75% para 0,27%); alimentação (de 0,13% para 0,01%); despesas diversas (de 1,19% para 0,33%); transportes (de 0,21% para 0,16%); saúde e cuidados pessoais (de 0,56% para 0,53%); e comunicação (de 0,20% para 0,06%).
O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) também registrou, em julho, taxa de variação abaixo do resultado do mês anterior, ao cair de 1,78% para 0,58%. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,39%, contra os 0,49% do mês de junho. Já o índice que representa o custo da Mão de Obra registrou variação de 0,74%. No mês anterior, este índice registrou alta de 2,98%.

Os dois lados da moeda: PIG X FT

247- Principal fato econômico desde a crise de 2009, criação do Novo Banco de Desenvolvimento e Acordo de Reservas de Contingência fura esquema financeiro global traçado em 1944, em Bretton Woods; prevalência de americanos e europeus no Banco Mundial e no FMI é enfrentada com cartada que muda o jogo; Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul anunciaram US$ 150 bilhões para banco e poupança em comum; colunista Eliane Cantanhêde, na Globo News, insere fato como "mais badalação e fotografias para a presidente Dilma Rousseff"; no Financial Times, da Inglaterra, análise é outra: "BRICS dão notável demonstração de como a ordem econômica está mudando"

Vendas no varejo surpreendem, subiram 0,5 % em maio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As vendas no varejo brasileiro subiram 0,5 por cento em maio sobre abril e avançaram 4,8 por cento na comparação com um ano antes, informou nesta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A expectativa em pesquisa da Reuters era de que as vendas recuassem 0,10 por cento em maio na base mensal segundo a mediana de 21 projeções, que foram de queda de 0,60 por cento a alta de 0,60 por cento.[nE6N0OJ0DS]
Sobre o mesmo período do ano anterior, a expectativa era de alta de 3,55 por cento na mediana de 18 projeções, que variaram de avanço de 2,70 por cento a 4,80 por cento.

Petrolina recebe curso de Certificação Fitossanitária


A partir desta terça-feira (15) a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) e o Ministério da Agricultura promovem, em Petrolina, o curso de Certificação Fitossanitária de Origem (CEO). O curso, que já está na sua 16ª edição, tem como objetivo habilitar os engenheiros agrônomos a emitir o certificado de exportação de frutas e vegetais no Brasil e exterior. 

O certificado só pode ser emitido pelos engenheiros agrônomos que têm como responsabilidade prestar serviços às fazendas de produção de frutas e vegetais. O documento indica se existe ou não a presença de praga quarentenária nos produtos exportados. Essa praga é todo organismo de natureza vegetal ou animal que estando presente dentro do país ou em outras regiões próximas constitui uma ameaça à economia agrícola. Os organismos são geralmente incomuns ao país exportador e podem ser transportados de uma localidade para outra. 

Para fazer parte do curso é necessário levar duas fotos 3x4 e a original, além do registro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) de Pernambuco - se for de outro estado, precisa ter o visto de Pernambuco. São oferecidas 40 vagas e os interessados devem pagar uma taxa de R$ 150,00. O curso tem duração de três dias e ocorre no auditório da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)

Complexo de Suape anuncia chegada de nova termoelétrica

Nesta terça-feira, o Complexo Industrial Portuário de Suape anunciou que deve ganhar uma termoelétrica a gás de R$ 3,5 bilhões.
A Unidade Termoelétrica Novo Tempo, do grupo gaúcho Bolognesi, adquiriu um terreno de 15,7 hectares por R$ 11,9 milhões no local para instalar uma planta com capacidade de geração de 1,2 mil megawatts.
A produção da Novo Tempo deve ser negociada junto às distribuidoras de energia elétrica em todo o País.
O início da construção da fábrica está condicionado ao resultado dos próximos leilões de energia, a serem realizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Caso consiga vender a energia que pretende produzir em Suape, a UTE Novo Tempo começará as obras da termoelétrica para entrar em operação em 2019.
Quando iniciar suas atividades, a térmica deve gerar 120 empregos diretos de níveis técnico e superior, além de 160 empregos indiretos. Para gerar energia elétrica, a UTE Novo Tempo deverá receber 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia.
Com a vinda da nova termoelétrica, o Complexo de Suape passará a abrigar duas unidades de energia limpa.
A primeira a se instalar, no ano de 2005, foi a Termope, do grupo Neoenergia. A térmica mantém contratos de vendas de 455 megawatts (MW) médios com duas distribuidoras da mesma holding por 20 anos, que são a Celpe e a Coelba, na Bahia.
Controlado pelo empresário Ronaldo Bolognesi, o grupo atua nas áreas imobiliária, construção pesada, concessões e energia. No setor de energia, conta com um portfólio de mais de 1,2 mil megawatts em operação, entre Pequenas Centrais Termelétricas (PCHs) e usinas termoelétricas. Em 2012, o grupo assumiu o comando da Multiner, empresa de geração de energia elétrica, com 1.000 MW em seu portfólio, aportando R$ 637 milhões no empreendimento.(Do blog de jamildo)

Nasce nova ordem mundial e mídia tenta esconder

247 – Bretton Woods, 1944. Fortaleza, 2014. Setenta anos depois de terem sido traçadas as regras da governança financeira do mundo, um fato capaz de inserir outra cidade no mapa das grandes mudanças econômicas globais aconteceu.
Na capital do Ceará, nesta terça-feira 15, os cinco países que integram a sigla BRICS inauguraram, na prática, uma nova ordem para o mundo. Eles colocaram em prática a constituição de um bloco econômico repleto de afinidades políticas. A partir de agora, já se sabe que Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul terão o seu Novo Banco de Desenvolvimento, com capital inicial de US$ 50 bilhões, mas que poderá ser elevado a US$ 100 bilhões, para fazer frente ao Banco Mundial. E também formarão uma poupança de US$ 100 bilhões no Acordo de Reservas de Contingência, exatamente para não dependerem exclusivamente do Fundo Monetário Internacional para serem socorridos em crises. O jornal inglês Financial Times publicou análise da redação que dá a correta dimensão do conjunto desses fatos: "Notável demonstração de como a ordem econômica está mudando".
Na mídia tradicional brasileira, no entanto, o assunto foi publicado, como se diz no jargão do jornalismo, com "má vontade". A reunião de Fortaleza que impressionou o FT e chama a atenção de todos os líderes mundiais não mereceu, na terça-feira 15, ocupar o espaço da manchete de nenhum dos jornais Folha de S. Paulo, Estado e Globo. Na tevê, a colunista Eliane Cantanhêde, na Globo News, registrou o acontecimento dentro do contexto da sucessão presidencial:
- A Copa acabou, mas a presidente Dilma Rousseff engatou uma segunda e já está de novo nas fotografias, registrou a comentarista. Ao final do comentário, lembrou que nesta quarta-feira, em Brasília, cerca de 20 presidentes do continente americano serão recebidos para ter informações sobre como irá funcionar o banco de desenvolvimento e o fundo de reservas. E pontuou:
- Será mais um momento de badalação e fotografias para a presidente que é candidato à reeleição.
Ideia estudada pela nata dos economistas dos governos dos BRICS há pelo menos dois anos, o Novo Banco de Desenvolvimento poderá emprestar dinheiro para projetos de infraestrutura em países em desenvolvimento a juros menores que os praticados pelo Banco Mundial. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, explicou que os recursos dos BRICS poderão ser aplicados em fundos especiais para renderem enquanto aguardam as demandas dos países.
Houve apostas nos jornais brasileiros de que uma briga de última hora entre as delegações da China e da Índia poderia matar a ideia de criação do banco de fomento. Não foi o que ocorreu. Os sócios acordaram rapidamente em que a sede será em Xangai, na China; o primeiro presidente será da Índia, inaugurando o rodízio de cinco anos no cargo; a presidência do conselho de administração será do Brasil; a Rússia ficará com a presidência do conselho de governadores; e a primeira sede regional da instituição ficará na África do Sul.
-  A democracia é uma das marcas do BRICS, disse Mantega.
Com um mercado consumidor de 3 bilhões de pessoas e um PIB conjunto que equivale a 20% da riqueza mundial, o BRICS poderá adotar, no futuro, as moedas nacionais para transações comerciais entre seus cinco sócios. Na véspera da cúpula, 700 empresários assinaram carta em que pedem aos líderes políticos a adoção dessa medida, que substituiria o dólar e o euro em compras e vendas.
O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, estimou no encontro de Fortaleza que a demanda de recursos para projetos de infraestrutura em países em desenvolvimento chega, hoje, a US$ 800 bilhões. Há, assim, demanda suficiente para o banco do BRICS ter um grande papel na nova ordem mundial que o grupo está criando a olhos vistos – ainda que a mídia brasileira tenha má vontade em enxergar.

New York Times: "Brasil pode se orgulhar da Copa"

247 - O jornal norte-americano "The New York Times", um dos mais importantes do mundo, não poupou elogios à Copa do Mundo no Brasil, em editorial publicado na edição da segunda-feira (14).
"O Brasil pode se orgulhar da Copa do Mundo", afirma o texto logo em sua primeira frase. "A torcida foi colorida, barulhenta e comportada e os jogos variaram de entretenimento a absolutamente brilhante, tudo devorado pelo público recorde na televisão e nas mídias sociais", completou.
Apesar dos elogios, o jornal lembrou que nem tudo foi agradável ao país anfitrião: "Exceto, claro, a chocante derrota do Brasil na semifinal por 7 a 1", disse.
Já a Fifa foi criticada no texto, que fez ressalvas ao presidente da entidade máxima do futebol, Joseph Blatter.
"Nos últimos anos, [a Fifa] tem sido associada direta ou indiretamente a todos os tipos de má gestão financeira, corrupção, peculato e viciação de resultados", disse. "Sepp Blatter, 78 anos, presidente suíço da Fifa desde 1998, não é acusado de corrupção. Mas desde que se tornou presidente, praticamente metade dos membros do comitê executivo foram acusados de violações, e ele tem sido relutante em investigar as alegações de negócios escusos", completou.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Humberto Costa ironiza nota do PSDB

CTS - Comissão Temporária destinada a propor soluções ao fin
O Senador Humberto Costa (PE), ironizou nesta terça-feira (15) uma nota divulgada  pelo Instituto Teotônio Vilela, órgão vinculado ao PSDB, sobre a realização da Copa do Mundo em território brasileiro.
Segundo o ITV, o governo e a presidente Dilma Rousseff ainda estão tentando tirar proveito político do evento.
“Nós, realmente, queremos nos apropriar da Copa. É verdade. Se houvesse fracasso, iriam nos rotular de sócios do fracasso. Mas nós ganhamos pela competência do governo e do povo brasileiro. Que a oposição ache ruim, reclame e aprenda a fazer algo semelhante pelo bem de nosso país”, disse o senador pernambucano.
Segundo ele, antes do início do torneio a oposição fez várias críticas à organização do evento. “O senador Aécio Neves declarou que éramos o país do improviso, de um cemitério de obras inacabadas, enquanto o presidenciável do PSB, Eduardo Campos, apontou que nada ficaria pronto a tempo de receber o evento. E parte da imprensa chegou a dizer que o Maracanã só ficaria pronto em 2038”, disse o líder da bancada petista.
E acrescentou: “Quem jogou fora de campo contra o Brasil, jogou de uma forma suja e desleal, que não engrandeceu nem o país nem o debate político. Por isso, foram derrotados de forma humilhante nessa aposta torta feita contra o Brasil e a competência do nosso povo”.
“Não houve apagão, não houve caos aéreo, muito pelo contrário, e batemos recorde de passageiros voando em um mesmo dia. A imprensa internacional deu um show de reconhecimento à capacidade do Brasil em sediar esta Copa do Mundo”, concluiu.
Humberto lembrou que pesquisa Datafolha publicada hoje (15) reforça o sucesso do evento. O levantamento mostra que 83% dos estrangeiros avaliaram positivamente a realização da Copa, 92% aprovaram o conforto e segurança dos estádios e 95% deles asseguraram que irão retornar ao Brasil

Ex-prefeito de Canhotinho Alvaro Porto abre comitê nesta quarta-feira em Garanhuns


Álvaro Porto - Divulgação

O ex-prefeito de Canhotinho Álvaro Porto, candidato a deputado estadual pelo PTB, vai inaugurar nesta quarta-feira (16), em Garanhuns, mais um comitê de sua campanha.
Ele está “plantado” em mais de 20 municípios do Agreste Meridional, sendo um dos candidatos favoritos da coligação do senador Armando Monteiro para obter êxito nessas eleições.
O comitê funcionará na Avenida Rui Barbosa, ao lado do Restaurante Alforria, no Bairro de Heliópolis.
Várias lideranças da região foram convidadas para participar deste evento político, entre elas o prefeito Izaías Régis (PTB) e os ex-prefeitos Silvino Duarte (PSDB) e Bartolomeu Quidute (PT).
A cidade está em clima de festa porque nesta quinta-feira será oficialmente aberta a 24ª edição do Festival de Inverno com vasta programação cultural e musical.
Álvaro Porto foi duas vezes prefeito de Canhotinho e ao encerrar o mandato conseguiu fazer o sucessor:  o sobrinho Felipe Porto, o único prefeito que o DEM elegeu em Pernambuco nas últimas eleições.(do blog do inaldo sampaio)

As máquinas (ou quase) dos presidenciáveis

Por: Gabriela Salcedo
Do Acerto de Contas
Nas declarações de bens dos candidatos divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é possível verificar quais são os carros dos presidenciáveis. A soma dos valores dos três automóveis dos mais bem cotados nas pesquisas para chefiar o executivo brasileiro em 2015 resulta em R$ 252,1 mil.
O carro de Aécio Neves (PSDB) representa 66% desse valor. O candidato mineiro, o mais rico do trio, com patrimônio de R$ 2,5 milhões, é proprietário do carro mais valioso: uma Land Rover Freelander de 2012, adquirido por R$ 166.500,00. Campos (PSB) está na lanterna da relação candidato versus renda, com patrimônio de R$ 546,8 mil, mas em posição intermediária no valor dos carros. Não quer luxo, nem lixo: comprou, também de 2012, um Fiat 500 por R$ 35.632,00. Dilma (PT), com bens equivalentes a R$ 1,75 milhão, tem automóvel 16 anos mais velho de que seus concorrentes, um Fiat Tipo de 1996, declarado por R$ 30.642,00.
Os bens, obviamente, não seriam avaliados no mesmo valor hoje em dia. Os cifrões dos automóveis declarados são da época em que foram adquiridos. Pela tabela Fipe, o carrão de Aécio sai entre R$ 110 mil e R$ 160 mil, dependendo do modelo. O carrinho de Campos, atualmente, vale entre R$ 35 mil a R$ 45 mil. Já a relíquia de Dilma sai por cerca de R$ 6 mil a R$ 7,5 mil.
Se todos os candidatos para a presidência da próxima eleição resolvessem vender seus carros, o montante arrecadado daria para comprar duas limousines das mais luxuosas (cerca de US$ 150 mil). Ao todo, os 11 concorrentes possuem R$ 649 mil em carros. Campos declarou também uma Kia Cerato no nome da mulher (R$ 55 mil). Eduardo Jorge (PV) tem dois no nome dele mesmo: Um Citroen C3 (R$ 39,2 mil) e um Honda Fit (R$ 30 mil). E na liderança em relação à quantidade, Eymael (PSDC), com quatro carros: Um Peugeot 406 (R$ 26 mil), um Fiat (R$ 12 mil), um Mitsubishi Pagero (R$ 142,5 mil) e uma Blazer (56 mil).
Com um único automóvel, ainda declararam entres os seus bens o Pastor Everaldo (PSC), Corola no valor de R$ 28,4 mil, Levy Fidelix (PRTB), um veículo da Fiat, sem modelo especificado, por R$ 15,7 mil e Mauro Luís (PCB), com um Peugeot Felini de R$ 11 mil. Na turma dos não motorizados, estão Luciana Genro (PSOL) e José Maria (PSTU).

Coronel Carlos Casa Nova assume o Detran-PE

O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) tem um novo presidente. Após a entrega do cargo pelo PSDB, no dia 21 de junho, o governador de Pernambuco, João Lyra (PSB), convidou o Coronel Casa Nova para assumir o órgão, vinculado à Secretaria das Cidades. Casa Nova atuava, desde 2007, como comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar.
Com a saída de Casa Nova, o subcomandante do Corpo de Bombeiros, coronel Manoel Cunha, passa a ser o comandante-geral, e o coronel Manoel Teles como subcomandante. A solenidade de posse será realizada na próxima quinta-feira (17), na sede do Corpo de Bombeiros.
A entrega do cargo veio menos de um mês após a Folha de Pernambuco revelar a existência de indícios de sobrepreços em um pregão eletrônico do Detran-PE, para a aquisição de equipamento para realização de vistoria eletrônica (nº 054/2014).
Como um nome não havia sido ainda apresentado, o então diretor-presidente, Caio Mello (PSDB), permanecia no posto cumprindo expediente normalmente.(Do blog da folha)

Banco dos BRICS será em Xangai com presidente da Índia

247 – Em discurso durante sessão plenária da 6ª cúpula do Brics, que reúne em Fortaleza (CE) mandatários de Rússia, Índia, China e África do Sul, além do Brasil, a presidente Dilma Rousseff afirmou que, com a criação do Novo Banco de Desenvolvimento do bloco e o estabelecimento do Arranjo Contingente de Reservas, os países Brics "ganham densidade e afirmam seu papel no cenário internacional".
No atual cenário, ressaltou Dilma, uma conjuntura de "grandes oportunidades", os países do bloco "têm a obrigação de se manifestar, de se fazer escutar, de atuar". Os membros do grupo "não podem ficar alheios às grandes questões internacionais", acrescentou. A presidente reforçou que "estamos não apenas entre as maiores economias do mundo, mas também entre as que mais cresceram nos últimos anos".
"Somos responsáveis pela mitigação dos efeitos da crise financeira global, e pelo sustentado crescimento da economia mundial", discursou, lembrando que o "ativismo" do bloco, no entanto, não deve ser confundido com o "exercício de poder hegemônico ou o desejo de dominação". Entre os temas debatidos na cúpula, disse Dilma, houve o consenso na ideia de que "apesar de uma diminuição no ritmo de seu crescimento, os países emergentes continuam a ser a força motriz". Segundo a presidente, também foi examinado "o processo de lenta recuperação econômica dos países mais ricos, como os EUA, cuja economia registrou forte contração".
Dilma finalizou dizendo que o Arranjo de Reservas firmado na cúpula atesta a maturidade da cooperação entre os países do bloco, ao estabelecer fundo de US$ 100 bilhões q apoiará as economias. No encontro, relatou a presidente, o Brasil propôs a criação de uma plataforma conjunta do Brics para o desenvolvimento de metodologias para indicadores sociais e anunciou que nesta quarta-feira haverá a primeira reunião entre os países Brics e países da América do Sul.

PSB quer Campos com 15% antes da propaganda na TV

Pessebista tem 9% das intenções de voto (Foto: Manuela Cavadas/Divulgação)
Aliados do ex-governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB) tratam os próximos 30 dias como um período decisivo para suas pretensões presidenciais. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a avaliação é que o pessebista, que hoje possui 9% das intenções de voto, precisa chegar ao patamar dos 15% até o início do horário eleitoral.
Ainda segundo a coluna, se continuar abaixo disso, dificilmente será visto como alternativa viável à polarização PT x PSDB. No entanto, o discurso oficial da campanha é que não há pressa para crescer até a estreia na TV, no dia 19 de agosto.
A publicação traz ainda que o comitê de Campos e da ex-senadora Marina Silva (PSB-AC), sua candidata a vice, estuda levar tablets para os jantares de arrecadação. A ideia é que, além de pagar pelo convite, os convidados possam fazer doações eletrônicas.(blog da folha)